“O Senhor vosso Deus já vos tem multiplicado; e eis que em multidão sois hoje como as estrelas do céu. O Senhor Deus de vossos pais vos aumente, ainda mil vezes mais do que sois; e vos abençoe, como vos tem falado.” (Deuteronômio 1:10,11)

É notório que o poder da multiplicação é para todos, mas que nem todos estão preparados para crescer. Contudo, nessa altura das nossas conquistas, não podemos deixar de enxergar os upgrades que Deus deu ao nosso ministério, consolidando nossa chamada. Já experimentamos a chamada e participamos de um crescimento fora da curva. Porém, tudo isso é só uma amostragem do que Deus ainda vai fazer através de nós nesta nova geração.

Em Gênesis 48:16, está escrito: “O anjo que me livrou de todo o mal, abençoe estes rapazes, e seja chamado neles o meu nome, e o nome de meus pais Abraão e Isaque, e multipliquem-se como peixes, em multidão, no meio da terra.” E as perguntas são: Qual o poder da multiplicação e como mantê-la? Ora, sabemos que muitos tiveram, da parte do Senhor, um crescimento poderoso, mas pelas guerras somadas no território estão com um resultado fora do desejado. E mesmo cada um sabendo o seu potencial e que poderia estar somando muito mais pessoas debaixo do seu cajado, como um sinal do seu trabalho na direção de vidas, ainda assim, não são poucos os que estão mirrados no crescimento e na multiplicação.

Entretanto, a despeito das guerras e das baixas, somos Pastores e líderes apaixonados por vidas e cremos na promessa: “E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com conhecimento e com inteligência. E sucederá que, quando vos multiplicardes e frutificardes na terra, naqueles dias, diz o Senhor, nunca mais se dirá: A arca da aliança do Senhor, nem lhes virá ao coração; nem dela se lembrarão, nem a visitarão; nem se fará outra.” (Jeremias 3:15,16).

Como apaixonados e especialistas da Visão, e hoje também mais experientes, temos que reconhecer e até afirmar que:

· Algumas coisas fizemos errado;

· Outras coisas deixamos de fazer;

· Em alguns momentos omitimos o foco;

· Em outros momentos confiamos em mãos erradas;

· Houve situações nas quais indicamos pessoas para lugares nobres, mas elas tinham a mente limitada;

· E, por fim, temos que admitir que confundimos alguns súditos por príncipes e comprometemos resultados relevantes.

E agora, o que fazer?

Bem, a HUMILDADE é a maior aliada do êxito puro, pois, na sinceridade, com o coração quebrantado e possuído de arrependimento, podemos pedir desculpas às equipes pelas falhas e ensinar aos discípulos que é preciso justificar menos e agir mais.

É chegado o tempo de abandonar a síndrome de super-homem, e fazer o que Jesus fez. O sucesso do nosso Mestre foi porque Ele assumiu a Sua humanidade. “De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas fez a si mesmo de nenhuma reputação, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens.” (Filipenses 2:5-7)

O poder da multiplicação é uma promessa sim, mas só ocorre quando focamos, utilizando o ânimo da experiência, para conquistar, em cada ciclo, coisas poderosas, para termos uma resposta satisfatória.

Acredito que vamos nos alegrar muito, porque:

· Muitos que estavam estancados serão reconhecidos como multiplicadores de excelência.

· Os que tinham um crescimento leve viverão outra realidade de tenda ampliada.

· Aqueles que estão crescendo, se tornarão modelo maior ainda, dentro das geografias conquistadas.

Conquistaremos no poder da multiplicação
“E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé.” (Gálatas 6:9,10)

Conquistaremos no poder da multiplicação quando entendermos que é nossa função fazer o bem, independente dos tipos de comportamentos com os quais lidamos, sabendo que os discípulos têm a sua humanidade. Muitas vezes, nos cansamos e pensamos em desistir, mas o justo é alimentado da fé, e sua conduta de vida cristã não é fazer o que gosta, mas o que o Mestre ordenou. “Não rejeiteis, pois, a vossa confiança, que tem grande e avultado galardão. Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa. Porque ainda um pouquinho de tempo, e o que há de vir virá, e não tardará. Mas o justo viverá pela fé; e, se alguém se retirar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que se retiram para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma.” (Hebreus 10:35-39)

Que possamos dar o nosso melhor, na nossa melhor fase, a experiência. Não pare! A vida é feita de pessoas boas e ruins, decida ser uma pessoa boa produzindo o bem.

Visualizações: 1000

Plano de Leitura Bíblica

11 Nov
Esdras 7
Oseias 8
Atos 27
12 Nov
Esdras 8
Oseias 9
Atos 28
13 Nov
Esdras 9
Oseias 10
Colossenses 1
14 Nov
Esdras 10
Oseias 11
Neemias 1
15 Nov
Neemias 2
Oseias 12
Colossenses 3 e 4
16 Nov
Neemias 3
Oseias 13
I Tessalonicenses 1 e 2
17 Nov
Neemias 4
Oseias 14
I Tessalonicenses 3 e 4