Cristãos bolivianos estão preocupados com artigo do novo Código, que limita as atividades da Igreja, incluindo a criminalização da evangelização

Nos últimos meses a Bolívia tem vivido muitos conflitos devido ao Novo Código Penal que está aguardando sanção do Presidente Evo Morales. Lideranças evangélicas e católicas do país estão denunciando a tentativa do Presidente de criminalizar a evangelização.

Em Dezembro passado, a Assembleia Legislativa Plurinacional da Bolívia aprovou a modificação do Código de Sistema Penal. Esse fato levantou muitos protestos, sendo um deles do setor religioso.

Ocorre que o artigo 88 declara que é passível de prisão de 7 a 12 anos quem o infringir. No item 11 desse artigo é declarado o seguinte: “Recrutamento de pessoas para a sua participação em conflitos armados ou em organizações religiosas ou de culto”. A partir dessa lei, autoridades nacionais de outros segmentos da sociedade se uniram a líderes religiosos na defesa do que entendem estar em risco, a saber, a liberdade religiosa

A forma ambígua da redação do artigo 88.11 pode pôr em perigo a atividade evangelizadora, especialmente da Igreja Evangélica, uma vez que a confusão na aplicação desse artigo pode diminuir a atividade missionária e sujeitar a Igreja à insegurança jurídica, no caso de uma interpretação tendenciosa da nova norma.

Vamos orar por nossos irmãos da Bolívia

Diante disso, e de tantos protestos que estamos vendo nas redes sociais, vamos ajudar não apenas repostando, mas intensificando as orações pelos nossos irmãos na Bolívia, a situação no país é instável e o futuro das Igrejas é incerto. Clame ao Senhor por sua misericórdia e graça nessa nação.

Vamos orar pelos governantes e autoridades, que haja paz e segurança no país. Que o coração dos reis seja convertido ao favor de todos os cristãos.

Mais sobre o novo Código

O novo Código limita o exercício da liberdade de consciência dos médicos, uma vez que não podem se recusar a realizar um aborto em casos em que sua intervenção é indispensável. Existe o perigo de que os critérios para que um caso seja considerado grave ou urgente estejam sujeitos apenas ao administrador do hospital ou das autoridades de saúde.

Visualizações: 1047

Plano de Leitura Bíblica

24 Dez
Jó 33
Zacarias 9
Apocalipse
7 a 9
25 Dez
Jó 34
Zacarias 10
Apocalipse
10 e 11
26 Dez
Jó 35 e 36
Zacarias 11
Apocalipse
12 e 13
27 Dez
Jó 37
Zacarias 12
Apocalipse 14
28 Dez
Jó 38
Zacarias 13 e 14
Apocalipse
15 e 16
29 Dez
Jó 39
Malaquias 1
Apocalipse
17 e 18
30 Dez
Jó 40
Malaquias 2
Apocalipse
19 e 20