De um lado, cenário de grandes histórias bíblicas e de um relevante significado espiritual. De outro, palco de guerras e de constantes conflitos entre dois povos irmãos. Este território marcado por tantas contradições e diversidades atende pelo nome de Eretz Israel.

Como resultado da promessa de Deus a um povo que nasceu a partir do patriarca Abraão, Israel contabiliza milênios em sua história. Como nação, Israel comemora seu aniversário em 14 de maio de 1948, data em que a ONU reconheceu o Estado de Israel.

Porém, essa conquista até hoje é marcada por grandes lutas. Desde a época de Josué, primeiro líder militar de Israel, passando pelo grande rei Davi, até os nossos dias, Israel tem experimentado na própria pele uma dura verdade: a conquista de um território tem um preço muito alto. Este preço deixou marcas profundas em um povo que hoje recebe os peregrinos que amam a Terra Santa como um alento.

É por isso que a Bíblia nos direciona a orar por Jerusalém, consolar o povo de Israel e ascender às Festas Bíblicas. “Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam.” (Salmos 122:6). “Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus. Falai benignamente a Jerusalém...” (Isaías 40:1-2). “As solenidades do Senhor, que convocareis, serão santas convocações; estas são as minhas festas.” (Levítico 23:2)

Como um porta-voz dessas instruções bíblicas, o Apóstolo Renê Terra Nova, Embaixador da ICEJ no Brasil e países sul-americanos, que lidera caravanas para a Terra Santa e já ascendeu a Israel mais de 40 vezes, tem despertado na Igreja o amor por Sião e o retorno aos princípios da Palavra, bradando para que o povo de Deus saia de Roma e volte para Jerusalém.

Como cristãos, não podemos fechar nossos olhos para a nação de Israel. Deus preparou, a partir de Abraão, o caminho para formar um povo separado e que Lhe fosse nação sacerdotal, povo santo e propriedade exclusiva – o povo israelita. Desse povo que trazia o sinal da aliança com Deus, nasceu Jesus, o Messias que nos reconciliou com Deus, abolindo a parede de separação entre judeus e gentios e nos fez um único povo – o povo de Deus.

As raízes cristãs estão firmadas na Lei, nos Profetas e no Messias Jesus, que nasceu em Belém de Judá, viveu e pregou o Evangelho nas regiões de Israel, morreu e ressuscitou em Jerusalém, e um dia voltará para Jerusalém, conforme ensinam as Sagradas Escrituras.

O nosso desejo é que você se disponha a conhecer mais sobre Israel, a amar esta terra e a cumprir o chamado de orar pela paz de Jerusalém, consolar o povo israelita e celebrar as Festas Bíblicas!

Acesse o site icejbrasil.com

Visualizações: 5825

Plano de Leitura Bíblica

18 Jun
Juízes 20
Isaías 42
I João 5
19 Jun
Juízes 21
Isaías 43
II João 1
III João 1
20 Jun
Rute 1 e 2
Isaías 44
Judas 1
21 Jun
Rute 3 e 4
Isaías 45
Apocalipse 1 e 2
22 Jun
I Samuel 1
Isaías 46 e 47
Apocalipse 3 e 4
23 Jun
I Samuel 2
Isaías 48
Apocalipse 5 e 6
24 Jun
I Samuel 3
Isaías 49
Apocalipse 7 a 9