“Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá a Deus.” (Hebreus 12:14)

Nos dias em que vivemos, travamos uma guerra para nos manter em santidade. Afinal, não é fácil absorver um padrão de santidade em uma sociedade que destila tantas mentiras, encantamentos e propostas que destoam do padrão bíblico. Contudo, você faz parte de uma geração de filhos e filhas que não se vendem, não se rendem a propostas e encantamentos. Você será usado por Deus para ser a diferença no meio de iguais.

O mau uso do conceito de santidade bem como o entendimento do que a palavra significa tem levado alguns a pensarem que viver em santidade é estar em um sistema de cárcere, com correntes nos pés e algemas nas mãos, imobilizados e emudecidos. Lamentamos, pois a proposta bíblica é para viver em santidade e usufruir a liberdade que Jesus conquistou na Cruz.

Alguns, após a conversão, na busca por viver em santidade e por ainda não compreenderem as realidades espirituais, adquirem comportamentos que podem ser analisados como verdadeiros sistemas de castas, o que faz com que muitas vezes percam a sua identidade. Claro que Deus quer transformar a essência, a identidade, mas Ele não quer que a pessoa fique descaracterizada.

Viver a essência da santidade é a forma da Igreja fazer as conquistas mais relevantes. A santidade é uma ordem do Trono, sem a qual ninguém verá a Deus (Hebreus 12:14), ou seja, a santidade é uma ordem que produz, para os que a obedecem, muitos benefícios, dentre eles, o maior: ver a Deus.

SANTIDADE, UMA CHAMADA DIVINA
“Portanto, santificai-vos e sede santos, pois eu sou o Senhor, o Deus de vocês.” (Levítico 20:7)

A santidade é uma chamada divina para todos os filhos de Deus que desejam viver na conquista da intimidade. Salmos 25:14 diz: “A intimidade do Senhor é para os que O buscam, aos quais Ele dará a conhecer a Sua aliança.” A santidade está relacionada com a intimidade. Quanto mais você se relaciona com Deus, mais absorve do Seu caráter, ou seja, mais santo você se torna. Isso não é uma opção, é um requisito do Pai.

Na verdade, tudo que você precisa é estar firme na chamada que o Senhor confiou à sua vida.

Independente das lutas do século, o Senhor confia plenamente que você fará diferença na sua geração, porque você decidiu caminhar por princípios que não podem ser quebrados.

SANTIDADE, RELACIONAMENTO VERTICAL E HORIZONTAL

A santidade é uma reivindicação de relacionamento tanto vertical quanto horizontal, requer completude. Você não pode ser santo pela metade, uma parte de você vivendo em santidade e a outra parte em pecado.

Vivemos numa sociedade onde as propostas estão voltadas para autossatisfação, as motivações são equivocadas e os desejos de uma conquista de fortalecimento de reino pessoal enfraquecem os relacionamentos. Por isso, a necessidade de viver uma vida que destile a essência de santidade.

A santidade nos leva a ter relacionamentos verticais e horizontais, aprendemos a lidar com todos e a respeitar todos, não apenas os líderes. Um Jovem que vive em santidade não anda isolado, antes, se relaciona e expressa, em tudo, a vida de Deus.

Quando você encontrar pessoas desconfiadas, desacreditadas, frustradas, pode ter certeza, elas não estão trilhando o caminho da santidade. Esses são sentimentos que ferem os princípios da aliança horizontal e, consequentemente, da vertical também. A santidade nos faz caminhar na chamada de responsabilidade, no preço exigido pela aliança.

Uma vida de santidade nos faz avançar com muita saúde horizontal e vertical, com as pessoas ao nosso lado, sem precisar ter medo, mas reconhecendo que cada pessoa que Deus acrescenta à nossa vida é um presente que Ele nos dá para fortalecer a relação e a conquista. É por isso que Efésios 5:21 diz: “Sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo.”

Não viva com divisões, não aceite a insegurança que deseja construir paredes e impedir que Deus aja fazendo a conquista na dimensão que Ele nos prometeu. Cristo quebrou a parede da separação, é o homem que gosta de fazer seu universo particular e escravizar as pessoas.

Visualizações: 3095

Plano de Leitura Bíblica

24 Dez
Jó 33
Zacarias 9
Apocalipse
7 a 9
25 Dez
Jó 34
Zacarias 10
Apocalipse
10 e 11
26 Dez
Jó 35 e 36
Zacarias 11
Apocalipse
12 e 13
27 Dez
Jó 37
Zacarias 12
Apocalipse 14
28 Dez
Jó 38
Zacarias 13 e 14
Apocalipse
15 e 16
29 Dez
Jó 39
Malaquias 1
Apocalipse
17 e 18
30 Dez
Jó 40
Malaquias 2
Apocalipse
19 e 20