Não poderíamos chegar ao final deste ano sem tomarmos uma decisão pela santidade. Você sabe o que é ser santo, sabe que é mais do que ser separado de algumas coisas, é ser separado para Deus. Sinto-me à vontade para desatá-lo a tomar a decisão correta.

O livro de Gênesis traz uma história muito simples de um personagem bíblico: Enoque (Gênesis 5:21-24). “Enoque viveu sessenta e cinco anos, e gerou a Matusalém. Andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos; e gerou filhos e filhas. Todos os dias de Enoque foram trezentos e sessenta e cinco anos; Enoque andou com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus o tomou.”

Quanto mais santo você for, mais parecido com Deus se tornará. A única sentença que há sobre o santo é saber que Deus o levará para Si. Todos os que andam em santidade são tomados para Deus, separados para Ele.

1. TER A ESSÊNCIA SANTA

Ter a essência santa é dever de quem serve a Deus. Nenhum de nós pode fugir disso. Às vezes, temos uma visitação maligna de querermos ser normais como algumas pessoas que vemos.

Alegre-se por ser a escolha do coração de Deus, separado por Ele para viver em santidade. Não aceite visitações de crise de identidade em relação à sua santidade. Deus quer fazer de você um homem e uma mulher de Deus de influência na sua geração.

É verdade que no percurso da caminhada com Cristo, você encontrará aqueles que abandonam a jornada. Na verdade, o que acontece é que caem e não se arrependem. É como se esquecessem que vão chegar diante do Trono de Deus e dar conta de suas vidas e de que honraram a Satanás e desonraram a Deus.

Deus nos escolheu e isso faz toda a diferença. Não dá mais para fugir dessa realidade. Jamais seremos os mesmos. Assuma a sua identidade e entenda que só há um caminho: Santidade. E o inimigo quer negociar com você a santidade. Ele sabe que é pior ser um pecador que nunca foi redimido do que ser um crente perdido. Tudo o que ele quer é que as pessoas não conheçam Jesus. E, em conhecendo, quer que não consigam expressar uma vida de quem O conhece de verdade. Isso é frustrar uma vida cristã.

Não aceite ter uma vida no pecado, profanada. Porque se é crente e não é santo, é profano. E se é profano e pertenceu a Deus, está nas mãos do diabo. Profanação é tomar o que é de Deus e deixar que o dedo do inimigo toque. Quem é santo vive a essência da chamada do coração de Deus, experimenta o sobrenatural e consolida a sua geração. Decida pela santidade e seja radical contra o pecado.

Afinal, só impactamos quando nos tornamos santos. Não existe outra condição de tocarmos o Trono se não for pela santidade. Quanto mais santo, mais habilidade para conquistar. Se somos de Deus e pertencemos a Ele, então nossa vida tem que ser de santidade.

Na santidade, percebemos facilmente as astutas ciladas do diabo. Não caímos facilmente e não cedemos aos seus caprichos. Uma das artimanhas do diabo para derrubar homens de Deus é a vaidade em nome da excelência, fazendo com que muitos se tornem materialistas. E, para que isso não aconteça, sua postura deve estar mergulhada em Deus numa vida de santidade.

Santidade é não haver nada entre você e Deus, nada nem ninguém. Isso fala de decidir independente da emoção, assim como Abraão quando obedeceu a Deus e levou Isaque para o sacrifício (apesar de não ter sido necessário fazê-lo); teve ainda que mandar Ismael embora, e podemos citar tantas outras situações.

Imagine Abraão recebendo de Deus a ordem de sacrificar o filho que tanto amava. O que Deus está pedindo a você? O que você precisa renunciar para se santificar de verdade e romper com os padrões estabelecidos pelo mundo?

Deus tem muitos comandos para nós e, algumas vezes, esses comandos são confrontadores. É preciso refletir se: Estamos em Deus mesmo? Estamos de fato mergulhados em Deus? Ou será que é tudo uma mentira, uma farsa? Até quando ficaremos nessa situação? Para que fazer bico, torcer o nariz? Sabe por que isso acontece? Porque estamos cheios de nós mesmos. Não aguentamos alguém que quer nos levar para um lugar melhor.

2. SER MODELO, SER SANTO

Jesus é o Modelo da santidade, por isso teve tanto êxito no Seu ministério. Ele disse que, por causa dos Seus discípulos, Ele Se santificava. Seguimos Jesus, então devemos nos santificar por amor ao Pai, por amor a nós mesmos e por amor àqueles que o Senhor tem confiado em nossas mãos.

A santidade é almejada por adoradores que desejam ardentemente tocar a face de Deus. Isso é privilégio de poucos. Somos absorvidos no dia a dia por tantas realidades contrárias à promessa que, quando percebemos, já estamos conta- minados.

Jesus ensinou o modelo e a forma de nos tornarmos santos: Comprometendo-nos com o Seu Reino, e não permitindo jamais que a Igreja de Cristo se torne uma fábrica de escândalos. Como homens e mulheres de Deus, vamos ser o melhor que pudermos, vamos ser modelos. A Bíblia diz: “Em tudo te dá por exemplo de boas obras; na doutrina mostra integridade, sobriedade, linguagem sã e irrepreensível, para que o adversário se confunda, não tendo nenhum mal que dizer de nós.” (Tito 2:7,8)

Jesus era desejado, porque não permitia deslizes em Seu caráter. Seja como Jesus, seja santo, busque a santidade. Nada pode paralisar você na sua busca pela santidade, pois Deus, Jesus e o Espírito Santo são o motivo para você buscar a santidade.

Decida pela santidade! A promessa sobre a sua vida é muito linda: “Quando convocares as tuas tropas, o teu povo se apresentará voluntariamente. Trajando vestes santas, desde o romper da alvorada os teus jovens virão como o orvalho.” (Salmos 110:3)

Visualizações: 2420

Plano de Leitura Bíblica

24 Dez
Jó 33
Zacarias 9
Apocalipse
7 a 9
25 Dez
Jó 34
Zacarias 10
Apocalipse
10 e 11
26 Dez
Jó 35 e 36
Zacarias 11
Apocalipse
12 e 13
27 Dez
Jó 37
Zacarias 12
Apocalipse 14
28 Dez
Jó 38
Zacarias 13 e 14
Apocalipse
15 e 16
29 Dez
Jó 39
Malaquias 1
Apocalipse
17 e 18
30 Dez
Jó 40
Malaquias 2
Apocalipse
19 e 20