“Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça na qual agora estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. Não só isso, mas também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança.” (Romanos 5:1-4)

A santidade é a expressão do caráter do Reino. É o compromisso que temos com Deus, com o Reino e com as pessoas, sejam elas do Reino ou não. Não podemos falar de santidade sem falar de caráter. Caráter é uma vida de plena transparência.

Todos nós somos como uma casa de vidro, quem não quiser receber pedrada em seu telhado, não dê pedrada no telhado do outro. Cuidado com as pedras que você joga.

No estudo passado vimos alguns tipos de caráter, e a pergunta agora é: Que tipo de caráter você prefere? Existem duas alternativas: o caráter social e o bíblico.

Como Igreja, precisamos optar pelo caráter bíblico e entender que caráter não é discurso, mas vivência. Por trás do caráter do mundo, há uma regência maligna e, por isso, precisamos descobrir como caminhar no caráter perfeito:

1. Crucificando a carne diariamente

Todo dia você enfrentará guerra nas suas emoções. Em compensação, vai aprender a vencer os limites da sua alma. Jesus é o Grande Restaurador de alma e não permitirá que um filho que decidiu vencer e andar em santidade, com o caráter de Cristo, fracasse.

Nenhum gigante é maior do que um filho de Deus. Estar crucificado com Cristo tem que ser uma realidade diária. É isso que Paulo nos afirma através da Palavra: “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” (Gálatas 2:20)

2. Estando diante de Deus para receber a natureza dEle

Quando andamos com Deus, recebemos um batismo de Sua natureza. Somos levados a um Getsêmani, onde aprendemos a abrir mão de nossa própria vontade para viver a vontade do Pai, dizer não para nós mesmos para que a vontade de Deus seja estabelecida.

Quando abrimos mão dos nossos próprios conceitos, caminhamos para a morte para que, no terceiro dia, sejamos ressuscitados com Ele. Precisamos morrer para que a vida de Deus se manifeste em nós.

Receber a natureza de Deus é abrir mão da nossa natureza adâmica para viver a vida de Cristo, uma vida de santidade. “Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele? Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte? De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.” (Romanos 6:1-4)

3. Caminhando nas promessas para que a Palavra se cumpra

A Palavra de Deus é rica em tudo e é espada de dois gumes para fazer a divisão entre o que é da alma e o que é do espírito. Precisamos entregar o nosso caminho ao Senhor para que Ele possa realizar Sua boa vontade em nossa vida. Essa é uma das formas de trabalharmos fazendo com que o Reino de Deus se propague.

Dentre tudo o que Deus quer que façamos, o mais importante é o cuidado com o caráter e a santidade, para que andemos plenamente irrepreensíveis. Caráter e santidade caminham em unidade, e quando falamos sobre o caráter do Reino de Deus, estamos expressando a santidade.

Queremos ser reconhecidos como povo de Deus, o povo que tem um caráter de santidade, que anda em novidade de vida. Essa é a tônica daqueles que caminham no Reino de Deus e operam nesse mover do Espírito.

Deus quer abençoar sua vida e fazer de você um homem segundo o coração dEle, de acordo com o que está escrito: “Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça na qual agora estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. Não só isso, mas também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança.” (Romanos 5:1-4)

Ande em santidade e expresse o caráter do Reino de Deus para ser reconhecido como filho do Pai Celestial, usufruindo a vida em abundância que Jesus conquistou na Cruz para todos aqueles que nasceram de novo.

Você nasceu para viver separado do mundo, mesmo vivendo no mundo. Você nasceu para ser a expressão da glória de Deus. Você nasceu para fazer diferença na sua geração. Você nasceu para ser agente de mudança e transformação por onde quer que vá. Esse é o seu legado!

Visualizações: 886

Plano de Leitura Bíblica

05 Nov
2 Crônicas 34
Oseias 2
Atos 16 e 17
06 Nov
2 Crônicas 35
Oseias 3
Atos 18 e 19
07 Nov
2 Crônicas 36
Oseias 4
Atos 20
08 Nov
Esdras 1 e 2
Oseias 5
Atos 21 e 22
09 Nov
Esdras 3 e 4
Oseias 6
Atos 23 e 24
10 Nov
Esdras 5 e 6
Oseias 7
Atos 25 e 26
11 Nov
Esdras 7
Oseias 8
Atos 27