“Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.” (Apocalipse 3:11)

Na nossa vida cristã precisamos ter algumas ações para vencer. Apocalipse diz que devemos guardar a coroa da nossa Salvação, isso significa que se não vigiarmos, podemos colocá-la em risco. Contudo, nosso alvo é o Céu, nossa chamada é para vivermos em plena comunhão, com abundância de vida.

Neste estudo, que vai abençoar a sua vida, você aprenderá SETE PASSOS para agir corretamente e obter vitória em todas as áreas da sua vida, que são:

1. ESTAR VIGILANTES
“Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.” (Mateus 26:41)

Muitos cristãos são fervorosos na oração. E é verdade que precisamos ser crentes de oração. Mas, antes de orar, a Bíblia nos ensina a vigiar. Porque muitos oram e não vigiam, e o que acontece é que caem em pecado ou vivem desorganizadamente, fora do padrão das promessas de Deus.

Por falta de vigilância, cristãos têm se perdido nos benefícios da tecnologia e caminhado por rotas duvidosas. Isso tem feito com que se distanciem da Palavra e deleitem-se nas Redes Sociais.

Quantos estão presos na internet e se perdem se não tiverem maturidade suficiente para gerenciar tantas situações. O resultado é uma vida que perde o crédito e deixa de viver o Reino dentro da proposta da chamada bíblica.

2. EXERCER O SACERDÓCIO
“Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.” (I Pedro 2:9)

Sabemos que o alvo do inimigo é destruir a família na sua essência, porque ele sabe que família é o maior projeto de Deus. Claro que isso é impossível, visto que os planos de Deus são eternos. Mas não podemos negar o quanto a família tem sido enfraquecida pelos modelos do mundo.

Se fizermos uma reflexão sobre o modelo de família bíblica e o modelo de família atual, concluímos quão longe estamos do que Deus quer para nós verdadeiramente. O respeito foi perdido e a relação entre pais e filhos ficou estremecida. Porque quando o sacerdócio não é exercido, o espírito deste século causa interferência no lar.

Quando, dentro de uma casa, o sacerdócio é exercido corretamente, o diabo pode até tentar, mas não consegue fazer visitação na família. Dessa forma, o casamento se mantém firmado na Rocha, Jesus, e os filhos são conservados como colunas lavradas na Casa do Senhor.


3. BLOQUEAR O MAL
“Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.” (Efésios 6:16)

As maiores setas que enfrentamos não são físicas, mas emocionais. Durante o dia, se não estivermos atentos, milhares de situações surgem colocando dúvidas no coração para gerar incredulidade. Não é fácil! Por isso a Bíblia diz que com o escudo da fé podemos vencer todos os dardos inflamados do maligno (Efésios 6:16).

Creio que quanto mais atingidos, mais incertezas, mais dúvidas, mais fundamentos contrários se levantam para remover da nossa mente as certezas da Palavra de Deus e o quanto ela é verdadeira e se cumprirá, quer acreditemos ou não.

Se dúvidas e incertezas permeiam a mente, a fé deixa de existir para dar lugar à incredulidade. Esse é o mal do século que precisa ser bloqueado na nossa mente, caso contrário, passaremos a ver como normal o que é anormal, de acordo com os princípios cristãos.

Precisamos bloquear o mal para não misturarmos o santo com o profano, visto que o Reino de Deus é inegociável. Se não estivermos atentos, nos afastamos de Deus e nem percebemos. Aos poucos, perdemos o prazer de buscar ao Senhor na intimidade, como a Palavra diz que deve ser.


4. SER AGENTES DE MUDANÇA
“... mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.” (I Timóteo 4:12)

Para sermos agentes de mudança nesta geração, precisamos ser modelo. Não servimos a Deus como peças de enfeite, apesar de embelezarmos o Seu Reino. Deus quer nos usar como agentes de mudança, como exemplos em todas as áreas.

Ser agentes de mudança é tão-somente viver a Palavra de Deus com todas as orientações que ela tem para nós. O mundo precisa ver que nossa proposta é diferente, que apesar das perseguições contra a nossa fé, não vivemos uma religião, vivemos a Redenção.

E se somos tudo que a Bíblia diz que somos, e nós somos, por que não mostramos ao mundo com nossa vida, com inteligência emocional, que não somos um povo manipulado pelas seduções do mundo e que não aceitamos seus conceitos e valores, ainda que, muitas vezes, tenhamos de conviver com eles?

Visualizações: 5036

Plano de Leitura Bíblica

25 Dez
Jó 34
Zacarias 10
Apocalipse 10 e 11
26 Dez
Jó 35 e 36
Zacarias 11
Apocalipse 12 e 13
27 Dez
Jó 37
Zacarias 12
Apocalipse 14
28 Dez
Jó 38
Zacarias 13 e 14
Apocalipse 15 e 16
29 Dez
Jó 39
Malaquias 1
Apocalipse 17 e 18
30 Dez
Jó 40
Malaquias 2
Apocalipse 19 e 20
31 Dez
Jó 41 e 42
Malaquias 3 e 4
Apocalipse 21 e 22