Na última Quinta-feira, 20, o governo de Israel e grupos armados palestinos atuando em Gaza, confirmaram ter aceitado um cessar-fogo no conflito na região, que iniciou em 10 de Maio, sendo um dos mais violentos desde 2014. A trégua teve início às 2h da manhã de Sexta-feira, 21, no horário local (20h de Quinta em Brasília), e foi mediada pelo Egito — com participação importante também do Qatar e das Nações Unidas.

Em nota, o gabinete de segurança de Israel afirmou que o acordo "bilateral e incondicional" foi acatado por unanimidade em uma reunião com militares e membros do alto escalão do governo. Militantes palestinos atuando em Gaza, sobretudo o Hamas e a Jihad Islâmica, também confirmaram o cessar-fogo.

Nas últimas semanas, o Apóstolo Renê Terra Nova fez convocação para o M12, no Brasil e nas nações, para se unirem em oração por Israel, em virtude da onda de violência que se agravou sobre o país.

A Igreja tem o entendimento da importância de orar pela Terra do Grande Rei e Seu povo, conforme as ordenanças bíblicas. E, como atalaias, intercessores por Sião, cremos que Israel sempre será guardado pelas mãos do Senhor.

Visualizações: 135

Plano de Leitura Bíblica

14 Jun
Juízes 14 e 15
Isaías 38
II Pedro 1 e 2

15 Jun
Juízes 16
Isaías 39
II Pedro 3
16 Jun
Juízes 17 e 18
Isaías 40
I João 1 e 2
17 Jun
Juízes 19
Isaías 41
I João 3 e 4
18 Jun
Juízes 20
Isaías 42
I João 5
19 Jun
Juízes 21
Isaías 43
II João 1
III João 1
20 Jun
Rute 1 e 2
Isaías 44
Judas 1