De um lado, cenário de grandes histórias bíblicas e de um relevante significado espiritual. De outro, palco de guerras e de constantes conflitos entre dois povos irmãos. Este território marcado por tantas contradições e diversidades atende pelo nome de Eretz Israel.

Como resultado da promessa de Deus a um povo que nasceu a partir do patriarca Abraão, Israel contabiliza milênios em sua história. Como nação, Israel comemora seu aniversário em 14 de maio de 1948, data em que a ONU reconheceu o Estado de Israel.

Porém, essa conquista até hoje é marcada por grandes lutas. Desde a época de Josué, primeiro líder militar de Israel, passando pelo grande rei Davi, até os nossos dias, Israel tem experimentado na própria pele uma dura verdade: a conquista de um território tem um preço muito alto. Este preço deixou marcas profundas em um povo que hoje recebe os peregrinos que amam a Terra Santa como um alento.

É por isso que a Bíblia nos direciona a orar por Jerusalém, consolar o povo de Israel e ascender às Festas Bíblicas. “Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam.” (Salmos 122:6). “Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus. Falai benignamente a Jerusalém...” (Isaías 40:1-2). “As solenidades do Senhor, que convocareis, serão santas convocações; estas são as minhas festas.” (Levítico 23:2)

Como um porta-voz dessas instruções bíblicas, o Apóstolo Renê Terra Nova, Embaixador da ICEJ no Brasil e países sul-americanos, que lidera caravanas para a Terra Santa e já ascendeu a Israel mais de 40 vezes, tem despertado na Igreja o amor por Sião e o retorno aos princípios da Palavra, bradando para que o povo de Deus saia de Roma e volte para Jerusalém.

Como cristãos, não podemos fechar nossos olhos para a nação de Israel. Deus preparou, a partir de Abraão, o caminho para formar um povo separado e que Lhe fosse nação sacerdotal, povo santo e propriedade exclusiva – o povo israelita. Desse povo que trazia o sinal da aliança com Deus, nasceu Jesus, o Messias que nos reconciliou com Deus, abolindo a parede de separação entre judeus e gentios e nos fez um único povo – o povo de Deus.

As raízes cristãs estão firmadas na Lei, nos Profetas e no Messias Jesus, que nasceu em Belém de Judá, viveu e pregou o Evangelho nas regiões de Israel, morreu e ressuscitou em Jerusalém, e um dia voltará para Jerusalém, conforme ensinam as Sagradas Escrituras.

O nosso desejo é que você se disponha a conhecer mais sobre Israel, a amar esta terra e a cumprir o chamado de orar pela paz de Jerusalém, consolar o povo israelita e celebrar as Festas Bíblicas!

Acesse o site icejbrasil.com

Visualizações: 5173

Plano de Leitura Bíblica

26 Jul
II Samuel 12
Jeremias 16
Mateus 27

27 Jul
II Samuel 13
Jeremias 17
Mateus 28
28 Jul
II Samuel 14
Jeremias 18
Romanos 1 e 2
29 Jul
II Samuel 15
Jeremias 19
Romanos 3 e 4
30 Jul
II Samuel 16
Jeremias 20
Romanos 5 e 6
31 Jul
II Samuel 17
Jeremias 21
Romanos 7 e 8
01 Ago
II Samuel 18
Jeremias 22
Romanos 9