Hoje, Quinta-feira, 25 de Março, partiu para os braços do Pai, Ana Tereza Ribeiro de Souza, uma grande serva de Deus que o MIR teve o privilégio de ter como discípula por vários anos.

Ana Tereza Souza era amazonense, nascida em Parintins, e engenheira química industrial, formada pela Universidade Federal do Pará. Cresceu recebendo de seus pais o ensino do Evangelho, mas, durante sua juventude, desviou-se dos caminhos do Senhor. Em 1990, retornou para a Igreja e teve um genuíno encontro com Jesus Cristo. Tornou-se Pastora do Ministério Internacional da Restauração e se dedicou a cuidar da sua família e das ovelhas que o Bom Pastor entregou em suas mãos.

Além de se dedicar ao cuidado com as vidas, Ana também contribuiu com o Reino de Deus sendo embaixadora de Sião, cooperando voluntariamente com a embaixada de Jerusalém ICEj. Outro grande legado que ela deixou foi o livro Meditando nos Salmos, do qual o Apóstolo Renê Terra Nova fez o prefácio, escrevendo: “Ana Tereza é um compêndio aberto. Nunca fui à sua direção para não encontrar três coisas: Palavra de vida, uma profecia e sabedoria destilada dos seus lábios. Ana Tereza tem sido uma contribuição muito ampla para o Ministério, e tem sido um exemplo de fidelidade. Ela, amiga do saber e aliada da ciência do pensamento, uma mulher reflexiva, a quem fora oportunizada uma boa formação, não desperdiçou as oportunidades outorgadas a sua vida.

Quando converso com Ana, vejo no seu currículo a genética do seu próprio nome, Graciosa e Sabedoria Agradável. É como uma árvore, que quanto mais ganha dias e anos, o fruto é mais doce e as raízes mais profundas. Existe uma espécie de árvore de deserto, que alonga as suas raízes, vencendo as camadas que compõem a drenagem e filtram melhor as águas. As raízes dessa árvore vão na fonte mais profunda, em torrentes não visíveis, para se alimentarem, sendo um paradigma, pois mesmo em lugares áridos, essa árvore tem suas folhagens exuberantes e não nega seu fruto. Como palmeira no deserto, mesmo na velhice, não deixa de dar seu fruto. Assim é Ana, vence seus desertos e se torna modelo para os que desejam ter êxito”.

Sentiremos saudade dessa mulher que marcou as nossas vidas de uma forma tão expressiva!

“O MIR e discípulos se sentem honrados em ter tido essa nobreza em meio ao nosso povo. O Senhor deu o Senhor a tomou, louvado seja o Nome do Senhor. Desfrute do Céu, querida discípula!” (Apóstolo Renê Terra Nova)

Visualizações: 75

Plano de Leitura Bíblica

12 Abr
Números 31
Provérbios 22
João 4

13 Abr
Números 32
Provérbios 23
João 5
14 Abr
Números 33
Provérbios 24
João 6
15 Abr
Números 34
Provérbios 25
João 7
16 Abr
Números 35
Provérbios 26
João 8
17 Abr
Números 36
Provérbios 27
João 9 e 10
18 Abr
Deuteronômio 1
Provérbios 28
João 11