“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie; Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.” (Efésios 2:8-10)

Os milagres são uma recompensa Divina que o Senhor dá gratuitamente até àqueles que não merecem. Muitas vezes, pensamos que os milagres são um atributo só para os merecedores, pietistas, santos e membros de uma Igreja. Mas os milagres são um favor Divino, construído pela graça de Deus e jamais compreendido pela mente humana. Ainda que sejamos religiosos, temos a tendência de achar que os milagres só chovem na nossa lavoura, quando na verdade o milagre eclode se há uma necessidade. Os milagres são para filhos de Deus, mas também são para aqueles que ainda não conhecem o favor de Deus.


Pela Graça somos salvos por meio da FÉ

Pela Graça somos salvos por meio da FÉ. É interessante vermos que existe um MEIO, uma forma, uma maneira específica para você contabilizar o milagre, por meio da FÉ. A FÉ é o que precisamos para que novos milagres sejam adicionados. Embora não tenhamos méritos humanos, não nos faltará atenção dos Céus.

Deus gosta de nos surpreender e trazer os milagres dEle, mesmo quando as coisas não estão sendo desenhadas segundo o nosso entendimento. Você receber um não na sua expectativa não quer dizer que o Senhor deixou esquecido o propósito dEle na sua direção. Ser salvo pela Graça quer dizer: “Vou agir, vou fazer, vou realizar, independente de você merecer ou não!”. Mas, quando fazemos nosso dever de casa: “Comunhão com o Espírito Santo” fica mais fácil compreendermos o que Ele está fazendo.

Nem sempre por uma pessoa ter recebido um milagre significa que vai saber agradecer, e por mais que estejamos vivendo milagres diários, vamos saber detectar. A bênção de dormir, acordar e cumprir a agenda de um dia já é o suficiente para entrarmos em plena gratidão ao Rei que servimos. Nessa crise de oxigênio em Manaus, você respirar, puxar o ar e não lhe faltar, já é motivo para agradecer aos Céus pela vida.

Podemos respirar! Deus tem sido benévolo, mas nossa forma humanista de raciocinar tem eximido a gratidão do nosso vocabulário e atitude. Pela graça somos salvos. Salvos de que? Você bem sabe dos livramentos e salvamentos que o Senhor já promoveu na sua direção. Vamos avançando e agradecendo, lembrando que nossa FÉ gera milagres, mas o favor de Deus – “GRAÇA” – tem estado à disposição para mostrar que não é por obra humana, é por presente do Céu na nossa direção.


Confiar em Deus é ter FÉ e experimentar a Graça

“Mas eu, quando estiver com medo, confiarei em ti.” (Salmo 56:3)

Confiar em Deus é o sinal visível de que nossa fé está saudável. Confiar em momentos de paz qualquer pessoa poderá fazer, mas a confiança legítima é quando a prova bate à nossa porta. O medo e a confiança não caminham juntos. Ou você assume confiar, ou se associa ao medo. Davi abortou o medo quando as circunstâncias difíceis lhe cercaram. Davi decidiu demitir o medo e adotar a confiança para que seus adversários saíssem do arraial.

O medo governa uma pessoa e escraviza uma geografia. A confiança liberta o fiel e entrega territórios completos ao que crê. Somos um povo diferente, nossa confiança está em Deus. Simples, mas poderoso! Um povo que CONFIA fará diferença no seu território e ganhará credibilidade por onde passar, pois a confiança abre portas inimagináveis. Você não precisa de perfeição para confiar, precisa de atitude para fazer acontecer. “Não somos perfeitos, mas somos confiáveis”.

Quando você desenvolve sua confiança, até seus adversários imitam sua fé. A confiança é um antídoto contra todas as demandas negativas que estamos vivendo. Muitos estão perguntando: “Qual a vacina que eu tomo?”. Os homens plantaram dúvidas no coração da humanidade. Precisamos de líderes que plantem fé! Onde encontrá-los? Porém, nosso Deus continua nos alimentado com palavras de esperança. A soberania do Senhor não pode ser questionada; Seu amor consolida a todos.

“Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento.” (Provérbios 3:5). A maioria de nós quer que Deus responda segundo nossas expectativas, poucos perguntam ao Eterno: “O que o Senhor está me ensinando?”. Se depois dessa prova você continua a mesma pessoa, você não aprendeu a maior lição da história.

Confiar no Senhor, de todo coração, significa não desistir dos sonhos, por causa da batalha. Não ignore a guerra nem se aflija por causa dia seus adversários. “Ó Senhor dos Exércitos, como é feliz aquele que em ti confia!” (Salmo 84:12). Se você mantiver sua confiança em ordem, todas as adversidades serão eximidas diante dos seus olhos.

Visualizações: 1248

Plano de Leitura Bíblica

12 Abr
Números 31
Provérbios 22
João 4

13 Abr
Números 32
Provérbios 23
João 5
14 Abr
Números 33
Provérbios 24
João 6
15 Abr
Números 34
Provérbios 25
João 7
16 Abr
Números 35
Provérbios 26
João 8
17 Abr
Números 36
Provérbios 27
João 9 e 10
18 Abr
Deuteronômio 1
Provérbios 28
João 11