“... Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai. Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos, nem alforjes para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordões; porque digno é o operário do seu alimento. E, em qualquer cidade ou aldeia em que entrardes, procurai saber quem nela seja digno, e hospedai-vos aí, até que vos retireis. E, quando entrardes nalguma casa, saudai-a; e, se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; mas, se não for digna, torne para vós a vossa paz. E, se ninguém vos receber, nem escutar as vossas palavras, saindo daquela casa ou cidade, sacudi o pó dos vossos pés. Em verdade vos digo que, no dia do juízo, haverá menos rigor para o país de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade.” (Mateus 10:7-15)

A Palavra de Deus nos chama a viver o Evangelho. O Evangelho tem cura de enfermos, limpeza de lepras (no que diz respeito a mazelas que carregamos), ressurreição de vida e sonhos, libertação, graça, mas não uma graça irresponsável, porque Jesus pagou um alto preço por nós. Mas o Evangelho é ainda mais poderoso quando vivemos as verdades nele contidas dentro da família.

O que vemos hoje é muitas pessoas que vêm para a Igreja manchadas pelo pecado e continuam sem receber vestes limpas. Ora, o que está errado? Se não é o Evangelho, são as pessoas, é a base familiar que está abalada. E nós, enquanto líderes, temos o compromisso de ser modelo e de socorrer aqueles que chegam no aprisco, a começar pelo nosso lar.


Temos que ser do Evangelho pelo Evangelho, buscando a referência bíblica e colocando sempre a nossa vida e a nossa casa em ordem, na ordem que Jesus declarou. Por exemplo, Jesus disse que se ao entrarmos em uma casa, essa casa for digna de receber a paz, deixe a paz na casa, mas se não for digna, traga a paz consigo. Essa tem que ser uma doutrina viva para nós e entre nós.

E eu pergunto a você: O quanto você tem vivido o Evangelho dentro de casa? O quanto a sua família tem visto que esse Evangelho é verdade na sua vida? O quanto você está disposto a pagar um preço pela sua célula principal?

Eu sempre digo que se a família vai bem, tudo vai bem, até o que aparentemente não está dando errado. Mas, se a família vai mal, tudo vai mal, mesmo o que aparentemente está dando errado. Somos arautos do Evangelho e essa verdade inconteste será vivida dentro das nossas casas. Iremos juntos para o Céu. Porque um líder não está completo quando ganha uma multidão e perde os que mais ama. Pense nisso!


Jesus, o Senhor da Família

Que Jesus é o Senhor da família nós sabemos, declaramos e profetizamos diariamente. Mas é notório que a verdade que está nos lábios, nem sempre está sendo vivida. A verdade é que para muitos, essa não é e continuará não sendo uma tarefa fácil. E precisamos estar atentos, porque quando Jesus reina no nosso coração e na nossa casa, vivemos o amor fraternal por Ele ensinado. Quando isso não ocorre, podemos estar inseridos no contexto de Mateus 24:12 que diz: “E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.”

Não podemos permitir que a iniquidade entre nos lares e esfrie o amor de Deus na família. Jesus disse que no futuro, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriaria. É o amor de muitos, mas não precisa ser no nosso. Temos que fazer a nossa parte, pois a ordem de Jesus, do ‘Ide’ de casa em casa, anunciar o Evangelho, continua viva e deve começar pela nossa casa. Essa ordem não prescreveu nem caducou.

O alvo de Jesus é continuar sendo Senhor dos lares e, para Ele entrar nas casas, precisa haver libertação, cura e restauração, que são portas de entrada para a evangelização, acompanhadas de milagres, como todos nós sabemos. Vemos isso claramente através de inúmeros exemplos citados nos Evangelhos e também através da vida de Pedro e Paulo e dos demais discípulos. Um exemplo de transformação fenomenal foi a vida do Gadareno. Mas sobre ele, falaremos no estudo da semana que vem...

Visualizações: 1242

Plano de Leitura Bíblica

14 Jun
Juízes 14 e 15
Isaías 38
II Pedro 1 e 2

15 Jun
Juízes 16
Isaías 39
II Pedro 3
16 Jun
Juízes 17 e 18
Isaías 40
I João 1 e 2
17 Jun
Juízes 19
Isaías 41
I João 3 e 4
18 Jun
Juízes 20
Isaías 42
I João 5
19 Jun
Juízes 21
Isaías 43
II João 1
III João 1
20 Jun
Rute 1 e 2
Isaías 44
Judas 1