“Mas vós, amados, edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo, conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna. E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento; e salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne.” (Judas 1:20-23)

Hoje estamos mais atentos no campo da FÉ. Se nós não vigiarmos, podemos ser surpreendidos por situações que nos tragam alguns transtornos. Muitos estão com a FÉ minada. Este é um tempo em que o inimigo tem investido para um desânimo coletivo.


A Igreja precisa voltar para o campo da FÉ

Você vê que a Igreja não chora mais, não dobra os joelhos e tem um esfriamento na compaixão. Eu sei que as Igrejas estão em uma vibe que não condiz em nada com o Evangelho de Jesus. O Evangelho de Jesus é mortificar as obras da carne. “Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais as coisas que quereis. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: Adultério, fornicação, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, contendas, ciúmes, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais de antemão vos declaro, como também já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” (Gálatas 5:16-21)

A Igreja precisa voltar às obras do Espírito. Não é fácil encontrar uma geração na qual o coração esteja pulsando para Deus. Só a obra do espírito poderá devolver a FÉ, o ânimo e o encorajamento para que o povo volte para Deus com vontade de servi-lO em espírito e em verdade. “Mas o fruto do Espírito é: Amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito. Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.” (Gálatas 5:22-26)

Quando a Igreja volta para o campo da FÉ ela é restaurada, fortalecida, devolvida à sua missão. Nós precisamos renovar a FÉ. Todos os dias, quando eu entro no meu privado, eu peço ao meu Senhor que minha FÉ seja renovada e que meu povo tenha um conteúdo de FÉ que impacte a geografia onde eles estão, e além de ter a FÉ edificada, que seja selada em santidade. Não tem como ser a geração da diferença com tanta indiferença.

Precisamos de uma FÉ ousada e marcada pela presença do Espírito Santo. Eu não sei viver sem treinar minha FÉ, e cada situação difícil é uma oportunidade para eu provar do poder de Deus, é uma restauração de FÉ segura. Aí os dons espirituais fluem e a vida de Deus se manifesta. Nossa geração terá uma FÉ renovada. “Mas vós, amados, edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo.” (Judas 1:20)

Visualizações: 312

Plano de Leitura Bíblica

12 Abr
Números 31
Provérbios 22
João 4

13 Abr
Números 32
Provérbios 23
João 5
14 Abr
Números 33
Provérbios 24
João 6
15 Abr
Números 34
Provérbios 25
João 7
16 Abr
Números 35
Provérbios 26
João 8
17 Abr
Números 36
Provérbios 27
João 9 e 10
18 Abr
Deuteronômio 1
Provérbios 28
João 11