“Eis o meu servo, a quem sustento, o meu escolhido, em quem tenho prazer.” (Isaías 42:1)

Jamais, no Planeta, alguém vai conseguir superar Jesus. Jesus é o nosso Modelo de Servo, o Modelo que veio do Céu e que deve ser imitado por nós. Como Ele, o nosso chamado, a nossa vocação e o nosso endereçamento também é o Céu.

Neste tempo, mais que nunca, como Igreja, temos que buscar ter o coração e o comportamento do nosso Mestre, que ao ser chamado para SERVIR, serviu com a própria vida, sempre nos dando o Seu melhor.

Quando olhamos para a vida de Jesus, encontramos forças para enfrentar a jornada. E ainda bem que não sabemos tudo vamos passar, porque se soubéssemos, talvez desistíssemos. Contudo, Ele nos fortalece na caminhada vocacional e nos ensina que ser servo não é uma condição optativa, mas é um endereçamento que precisa cumprir toda a logística para efetivar o que os Céus comandam.

Da parte dEle, em Isaías 42:1, temos 3 promessas:

Ele nos sustenta

O Deus que nos chama é também o nosso PROVEDOR. Ele provê todas as nossas necessidades. Pare um instante e olhe para trás, você pode contemplar a bondade de Deus em todos os sentidos na sua vida e ver o quanto o Senhor foi benévolo.

Por mais difícil que seja, a chamada dEle para nós, em meio aos desafios, é também ornada de paz, alegria, amor, generosidade e outros atributos poderosos. Se você diz: “Eu não tenho nada disso!”. Então, se questione! Não é que você não seja chamado, pois todos são, mas certamente está sendo usado no lugar equivocado. Deus sustenta, das coisas simples às mais poderosas. O Deus que chama é o mesmo que sustenta.

Eu Escolho Você

Não fomos nós quem O escolhemos. Nós somos a escolha dEle. E o que Ele requer de nós é a obediência. A sua chamada é uma indicação do Céu. Portanto, não adianta fugir do propósito.

Você entende que a escolha de Deus pode ter um sim ou um não. Que no sim, o propósito de Deus se realiza e nos realiza; e no não, ficamos como que frustrados e desencontrados em toda a nossa vida. Pois bem, as nossas decisões são irrevogáveis e as nossas ESCOLHAS indesculpáveis.

Uma vez que somos escolhidos, os planos de Deus são de plenitude. Quando nos escondemos, colhemos frustrações. Ele nos escolheu para servir. Essa foi uma decisão do Céu na direção de um mero mortal. Qual será a sua resposta?!

Eu Tenho Prazer em Você

O Senhor tem prazer em você. Mas, e você, você tem prazer no Senhor? Você tem alegria em servir a Deus? Seremos provados em situações difíceis, somos mortais, humanos e temos limites, mas esse PRAZER é um grito do Alto que só os que servem desfrutam.

“TENHO PRAZER NO MEU FILHO”. Os profetas ouviram isso do PAI, os discípulos ouviram isso no discipulado de Jesus, os Céus falaram do Messias: “Eis o meu servo, a quem sustento, o meu escolhido, em quem tenho prazer. Porei nele o meu Espírito, e ele trará justiça às nações. Não gritará nem clamará, nem erguerá a voz nas ruas. Não quebrará o caniço rachado, e não apagará o pavio fumegante. Com fidelidade fará justiça; não mostrará fraqueza nem se deixará ferir até que estabeleça a justiça na terra. Em sua lei as ilhas porão sua esperança.” (Isaías 42:1-4)

O tamanho dessa promessa que vem dos Céus na direção dos que servem a Deus é um privilégio apenas daqueles que têm prazer em servir ao Senhor e aos Seus filhos. Por servir a Deus com prazer, há uma recompensa que os Céus outorgam a você. Sinta-se um privilegiado, um escolhido pelo Céu para realizar a obra do SENHOR.

Visualizações: 605

Plano de Leitura Bíblica

01 Mar
Levítico 5 e 6
Salmos 105
I Coríntios 14

02 Mar
Levítico 7
Salmos 106
I Coríntios 15
03 Mar
Levítico 8
Salmos 107
I Coríntios 16
04 Mar
Levítico 9 e 10
Salmos 108 e 109
II Coríntios 1 e 2
05 Mar
Levítico 11
Salmos 110 a 112
II Coríntios 3 e 4
06 Mar
Levítico 12 e 13
Salmos 113 e 114
II Coríntios 5 a 7
07 Mar
Levítico 14
Salmos 115 e 116
II Coríntios 8 e 9