“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.”
(I Coríntios 15:58)

Como filhos de Deus, temos a chamada de ser firmes e constantes, sempre abundantes na obra. Mas, como é possível, em dias como os nossos, manter a firmeza e a constância e ainda ser abundante na obra do Senhor, quando parece que as pessoas estão cada vez mais olhando apenas para si mesmas?

Neste estudo, vamos abordar alguns aspectos que nos levarão a viver essa chamada de ser firmes, constantes e abundantes. E, para isso, vamos começar aprendendo que é necessário depor o senhorzinho que muitas vezes está sentado no reino da alma. Sim! É tempo de devolver o lugar ao Senhor do propósito.

Uma vez que você aceitou Jesus como Senhor da sua vida, não cabe mais ser a mesma pessoa, vivendo a mesma vida de antes. Se você deixar o Senhor ser, verdadeiramente, o Senhor da sua vida, então você vai avançar em 12 meses o que não andou em décadas. Isso porque antes você não estava vivendo o que Deus projetara para a sua vida, você estava vivendo de forma subutilizada, sem desenvolver as suas habilidades para o Rei e para o Reino. Mas agora, você correrá de forma bem mais veloz e terá resultados bem mais satisfatórios.

Ser firme, constante e abundante

Quantos benefícios recebemos quando vivemos o que a Palavra de Deus nos ensina. Passamos a nos encontrar na chamada e desenvolver nossas funções de forma a alcançar os resultados que podemos alcançar.

Quando somos firmes, constantes e abundantes, não ficamos presos em competições, mostrando que sabemos mais que os outros, porque saímos de toda e qualquer competição desnecessária que só gera resultado frustrado. Também saímos das crises que o nosso homem interior cria.

A verdade é que entendemos o quão importante é crescer na estatura da medida de Cristo. Que medida é essa? O poder e o prazer de servir ao Rei e o Reino. Cada um no seu lugar, executando bem o que o Senhor nos mandou fazer, seja da função mais simples no Corpo de Cristo a funções ministeriais dentro do Reino.

A visão do Apóstolo Paulo consiste em mostrar a nossa funcionalidade e disposição para fazer a obra, sem perdermos a visão de Corpo. Quem serve a Deus, por Ele é servido; quem entrega seus dons para Deus, recebe multiplicação das suas habilidades.

Se Ele nos chama, Ele nos capacita, seja para boas-vindas ao povo de Deus, seja para ser um ministro do Evangelho; o que importa é servir dentro da chamada que recebemos: “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente. Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.” (Efésios 4:11-16)

A chamada de ser firme, constante e abundante é para nos ensinar que vamos crescer, nos desenvolver, mas que a abundância na obra não nos permite caminhar sozinhos, sempre vamos precisar uns dos outros. E mostra também que no cenário da vida, não podemos ter motivações erradas. Nosso coração precisa sempre estar em Deus. Assim, o nosso conteúdo será sempre o do Reino e estaremos firmados na Palavra que nos direciona em todos os nossos caminhos.

Que possamos seguir o Rei e o Seu Reino, fazendo tudo para a glória de Deus, tudo precisa ter o peso da glória de Deus. E que possamos também crescer e ser ampliados no entendimento para nos mantermos firmes, constantes e sempre abundantes.

Visualizações: 1843

Plano de Leitura Bíblica

14 Set
II Reis 20
Ezequiel 10
Lucas 6

15 Set
II Reis 21
Ezequiel 11
Lucas 7
16 Set
II Reis 22 e 23
Ezequiel 12
Lucas 8
17 Set
II Reis 24 e 25
Ezequiel 13
Lucas 9
18 Set
I Crônicas 1
Ezequiel 14
Lucas 10
19 Set
I Crônicas 2
Ezequiel 15
Lucas 11
20 Set
I Crônicas 3
Ezequiel 16
Lucas 12