“Comer muito mel não é bom; não multipliques, pois, as palavras de lisonja. Como a cidade derribada, que não tem muros, assim é o homem que não pode conter o seu espírito.” (Provérbios 25:27,28)

Mel fala de doçura. A Bíblia nos ensina que devemos aprender a comer as coisas por medida. Comer muito mel não é bom, assim como procurar a própria honra também não é bom. Dificilmente alguém consegue comer 10 colheres seguidas de mel, porque na terceira já não aguenta mais. Um toque de mel é bom, mas comer demais não é, porque satura o paladar. A Bíblia nos mostra que precisamos dar sabor às coisas, mas por etapa.

Tudo no tempo de Deus é formoso e perfeito

Algumas pessoas estragam o plano de Deus porque comem demasiadamente. Querem receber resposta para todas as coisas, querem saber de tudo; é como se estivessem tentando a Deus ou sendo altivos em conhecimento.

A Bíblia faz a comparação entre o mel e a honra. O Senhor tem dado crescimento à Visão Celular e em pouco tempo estaremos governando cidades. Para isso, temos que aprender a lidar com as honras, para não nos desviar do propósito e cair. Falar menos e ouvir mais é uma virtude que ajuda nessa questão. Deus tem nos mostrado que precisamos aprender a ouvir mais do que falar. Se Deus quisesse que falássemos muito e ouvíssemos pouco, ele teria nos dado duas bocas e um ouvido. Deus está nos dizendo que devemos ser comedidos e pensar muito antes de falar algo.

Certo dia, alguém veio me contar alguns fatos a respeito de uma outra pessoa. Depois que contou toda a história, falei que iria ligar para a pessoa a quem ele se referia e iríamos confirmar tudo que foi dito, olho no olho. Neste momento, a pessoa quis desdizer tudo que já tinha falado. Algumas pessoas têm dificuldades em assumir o que falam acerca das outras. Precisamos assumir o que falamos, ou então, é melhor ficarmos calados. Precisamos dosar, medir o que falamos, pois pelo muito falar vem as palavras tolas, absurdas e de conflito. A sua boca precisa ter o domínio do Espírito. A nossa palavra deve ser temperada com sal. E, para tanto, precisa-se de uma medida para não ficar tão salgado e nem insosso.

Tanto para o mel, quanto para o sal, é necessária uma dosagem que não seja demasiada. A Palavra, então, nos adverte da quantidade de mel que comemos, porque podemos pensar que está nos fazendo bem e pode estar nos causando náuseas.

“Portanto o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel. Manteiga e mel comerá, quando ele souber rejeitar o mal e escolher o bem." (Isaías 7:14-15). Deus quer que aprendamos a comer mel e manteiga na quantidade certa. Precisamos compreender a quantidade certa das coisas, pois tudo que o Senhor nos dá é por medida. Quando aprendemos a comer a quantidade certa de mel, temos discernimento, entendimento, visão. O Senhor quer que o nosso entendimento seja plenamente aberto. E, como isso acontecerá? Aprendendo a comer com a dosagem certa. Há pessoas que exageram no que estão fazendo e acabam estragando tudo, porque saem do ponto.

A Bíblia está nos mostrando uma receita de equilíbrio. Ela está dizendo: “Saiba como comer o mel”. Uma pessoa que sabe dosar seu alimento terá equilíbrio de visão e entendimento. Há pessoas que ao contar uma história, se delongam demais e ainda não conseguem cumprir o propósito. O que é isso? É muito mel. O que vai acontecer? Vai passar do ponto, vai sair do discernimento, vai perder a harmonia. Você precisa ter uma medida.

O livro de Mateus, capítulo 5, nos ensina que somos luz e sal. Luz para arrancar as pessoas das trevas e sal para dar sabor. Se o sal for insípido, como poderá dar sabor? Tudo que formos fazer tem que ter sabor equilibrado, na medida certa. Nada pode ultrapassar os limites que são estipulados, senão, saímos da rota e perdemos a direção.

Deus quer trazer uma unção de medida em Sua graça maravilhosa a ponto de falarmos do amor de Jesus e do Reino e as pessoas se encherem na medida certa. Tudo isso para que não falte o equilíbrio e venha saúde para a equipe, pois vivemos em um século de grande exigência. Considerando que nossa vida não é apenas Igreja e estar nos Cultos, nas Reuniões de Célula, e que nós ainda estamos envolvidos com muitos outros fatores de sobrevivência, fica aqui o conselho para termos melhor equilíbrio no tempo, no que falamos e até quando formos, por exemplo, testemunhar das bênçãos que o Senhor tem estabelecido sobre a nossa vida. Vamos respeitar as pessoas na medida que recebemos pela Palavra.

Para ter sucesso, precisamos aprender a falar menos de nós mesmo e mais de Deus. Quando falamos de nós mesmos, perdemos a dosagem, o equilíbrio e entramos em desonra. Se você vive contando coisas que o Senhor tem feito através de você, se autopromovendo, dizendo que é para glória de Deus, você precisa se submeter ao tratamento de equilíbrio. Quando você der o seu testemunho, tenha a certeza de que está glorificando ao Senhor.

Quem não se deixa ser cuidado e não se permite receber conselhos, nunca terá uma vida equilibrada nem terá o crescimento que espera. Quem não se deixa pastorear, não é ovelha, quem não se deixa discipular, não é discípulo. Para que você receba cura, você precisa deixar que alguém cuide de você. Para isso, é preciso se submeter à glória do Pai, como está escrito em Romanos 8:11.

Você estará tratado quando aprender a falar menos de si e mais de Deus, quando tiver uma linguagem sã, entendimento aberto, discernimento entre o bem e o mal e, principalmente, quando entender que Jesus é o centro do propósito. Tenha menos de você e mais de Deus, pois convém que você diminua e que Jesus cresça.

Visualizações: 2009

Plano de Leitura Bíblica

29 Jun
I Samuel 10
Isaías 54
Apocalipse 17 e 18

30 Jun
I Samuel 11 e 12
Isaías 55
Apocalipse 19 e 20
01 Jul
I Samuel 13
Isaías 56 e 57
Apocalipse 21 e 22
02 Jul
I Samuel 14
Isaías 58
Mateus 1 e 2
03 Jul
I Samuel 15
Isaías 59
Mateus 3 e 4
04 Jul
I Samuel 16
Isaías 60
Mateus 5
05 Jul
I Samuel 17
Isaías 61
Mateus 6