“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16)

Quando falamos de mundo, estamos nos referindo às pessoas. Como é importante haver líderes com conteúdo de integridade e de verdade para ministrar às pessoas. Foi isso que a proposta do Evangelho sempre apregoou e incentivou às gerações.

Somos uma voz de esperança

Hoje, o mundo vive momentos de desespero, tantas informações truncadas e nem sequer sabemos quando isso vai parar. Para quem não tem uma fé desenvolvida e vive dos conceitos da mídia secular, deve ser uma tortura, pois até mesmo alguns domésticos da fé vivem acometidos de tantos exageros e alguns fatos que assaltam a alma humana e destroem os valores divinos.

A credibilidade à voz do mundo é como se fosse uma veneração, e podemos notar nitidamente que as pessoas estão desencontradas. Mas conteúdo de fé que o mundo pode dar para os escolhidos de Deus? “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.” (I João 2:15-17)

Nós somos uma voz de esperança para esta geração em desespero. Precisamos entender o poder que temos e a responsabilidade que nos foi imposta. Nós precisamos ter a consciência de que se não tivermos esse GPS direcional, esta geração perece.

A Igreja tem autoridade para dizer ao inimigo que se detenha, e às adversidades, que retrocedam. Porém, se mesclarmos nosso discurso e nos alinharmos com os que não conhecem a mensagem da Cruz seremos cúmplices de um desastre humano. Se nos impusermos e mantivermos a linguagem do Evangelho, o mundo passará por uma libertação jamais vista, e o poder do Senhor nos usará para termos palavras de destino para a geração em desespero.

“E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; o Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós. Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós. Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais, mas vós me vereis; porque eu vivo, e vós vivereis. Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós. Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.” (João 14:16-21)

Deus nos quer envolvidos nesse processo de transformação mundial, é uma mudança global e precisamos nos adequar aos princípios e às solicitações do novo século, mas não podemos entrar em conformidade com as mentiras e mentes humanistas que distorcem princípios e confundem as verdades das Escrituras Sagradas.

Como líderes transformadores de território, devemos manter a palavra de destino e a voz da esperança. “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12:1,2)

Visualizações: 520

Plano de Leitura Bíblica

10 Ago
I Reis 4 e 5
Jeremias 31
Marcos 5

11 Ago
I Reis 6
Jeremias 32
Marcos 6
12 Ago
I Reis 7
Jeremias 33
Marcos 7
13 Ago
I Reis 8
Jeremias 34
Marcos 8
14 Ago
I Reis 9
Jeremias 35
Marcos 9
15 Ago
I Reis 10
Jeremias 36
Marcos 10
16 Ago
I Reis 11
Jeremias 37
Marcos 11