“E junto ao rio, à sua margem, de um e de outro lado, nascerá toda a sorte de árvore que dá fruto para se comer; não cairá a sua folha, nem acabará o seu fruto; nos seus meses produzirá novos frutos, porque as suas águas saem do santuário; e o seu fruto servirá de comida e a sua folha de remédio.” (Ezequiel 47:12)

Discipulado é um fator de responsabilidade, a responsabilidade do discipulador com o discípulo, e do discípulo com o discipulador. Ambos precisam um do outro. Um planta, outro rega, Deus dá o crescimento e, assim, o Reino cresce. As ordens jamais podem ser invertidas, porque princípios são para serem cumpridos.

A chamada do Discipulado

Dentro da chamada do discipulado, a nossa meta é ver resposta na vida do discípulo. É plantar a semente e ver os discípulos de acordo com a semente que foi plantada. Nenhum lavrador fica satisfeito em plantar sementes que a terra está omitindo, negando seu fruto.

Então, se nós somos lavradores espirituais, o nosso desejo é plantar as sementes, mas o alvo disso tudo é ver sementes dando resultado, o fruto aparecendo. Nós não somos apenas plantadores de sementes, somos colhedores de frutos.

O nosso alvo não é apenas plantar sementes; plantar sementes é a base, e a consequência disso é colher muito. Então, o nosso desejo é ver o fruto aparecendo. O texto de Ezequiel 47:12 fala a respeito do rio que passou e ali teve muito fruto.

Apocalipse 22:2 diz que há um rio, uma praça e uma árvore que dá o seu fruto de mês em mês, 12 frutos. O fruto é mensal. “E mostrou-me o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro. No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações.” (Apocalipse 22:2)

Ministrar a Palavra é Semear

Ministrar a Palavra é plantar, semear. Sempre que estivermos em uma reunião que exalte a Deus, seja Célula, 12, Macrocélula, Culto, Vigília, etc., e ouvirmos o líder, o Pastor, o Apóstolo, ministrando a Palavra, precisamos ter a consciência de que ali, naquele momento, está sendo feita uma plantação em nossa vida, em nosso caráter; uma semeadura está sendo realizada.

Você pode estar pensando: O que eu ganho trabalhando com pessoas, sendo um líder de multidão? Quando você trabalha com pessoas, o pagamento do seu trabalho é gratidão, recompensa em ver outros recebendo o caráter de Cristo. Você está plantando uma semente, fazendo bem a alguém.

A colheita pelo seu trabalho, com certeza, virá, porque não somos apenas plantadores, somos também colhedores do que plantamos. Você terá o direito de que alguém lhe trate bem, de que alguém cuide de você, porque haverá respostas para cada semente plantada.

Ministrar a Palavra é plantar em vidas

Plantar em vidas sempre resultará em uma colheita sobrenatural, porque Deus recompensa seu trabalho, Ele sabe como é cuidar de vidas, porque cuida de você. Ele tem visto cada investimento que você tem feito no Reino e no caráter do povo que está sob a sua cobertura como líder.

Sempre o plantar requer o colher, então, independente de como seja difícil lidar com alguns, creia que o Senhor estará ao seu lado sustentando, fortalecendo e ajudando. Há solução para todos que se permitem ser discipulados, por isso, nunca deixe de plantar em uma vida.


Continua...

Visualizações: 901

Plano de Leitura Bíblica

29 Jun
I Samuel 10
Isaías 54
Apocalipse 17 e 18

30 Jun
I Samuel 11 e 12
Isaías 55
Apocalipse 19 e 20
01 Jul
I Samuel 13
Isaías 56 e 57
Apocalipse 21 e 22
02 Jul
I Samuel 14
Isaías 58
Mateus 1 e 2
03 Jul
I Samuel 15
Isaías 59
Mateus 3 e 4
04 Jul
I Samuel 16
Isaías 60
Mateus 5
05 Jul
I Samuel 17
Isaías 61
Mateus 6