II Coríntios 4:4 diz: “O Deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos para que não lhes resplandeça a luz do Evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.”, e o versículo 7 diz: “Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não da nossa parte.”

Estes versículos narram a história de uma Igreja que nasceu com a visão de Israel e de Jerusalém, mas nasceu dentro de um contexto totalmente pervertido, onde as pessoas tinham toda síndrome de obras da carne. Era uma Igreja onde a deusa Diana era a Rainha do Céu e imperava. Ela conseguia cegar o entendimento das pessoas e não permitia que vissem a luz do Evangelho da Glória de Cristo.

O apóstolo Paulo fez atos proféticos e bradou contra Diana. Naquela região, além dela ser adorada, em cada casa havia se tornado uma sede para que os deuses fossem ali adorados. Os ídolos eram reproduzidos e consagrados à Rainha do Céu e levados para todos os outros lugares. Havia uma confusão terrível de identidade e o povo ficava cego no entendimento das questões espirituais.

Ali apareceu um espírito de divisão e na cegueira nasceram as preferências: “Eu sou de Paulo, eu sou de Apolo, eu sou de Pedro”. Assim começou a divisão na Igreja, causada pelo espírito da Rainha do Céu. Por isso, o Senhor tomou Paulo para dizer que o deus deste século cegou o entendimento daqueles que estavam na Igreja, alimentados por um espírito contrário, para que “não lhes resplandeça a luz do Evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus”. Quando a cegueira é anulada, as pessoas recebem a visão de excelência.

O que é não negociar a visão e o sonho

Bem, ter visão é ter entendimento aberto. Lembro que por falta de entendimento aberto na Visão Celular, por exemplo, muitos não compreendiam quando explicávamos os pilares: Ganhar, consolidar, discipular e enviar, pois achavam que se tratava apenas de quatro passos a serem cumpridos. Mas não é, são cláusulas contidas numa visão de entendimento aberto. Não ter o entendimento aberto nos impossibilita de avançar.

Precisamos saber que a visão e o sonho que Deus nos deu são inegociáveis. Um sonho e uma visão são maiores do que o homem, do que uma instituição, do que uma denominação, uma cidade, um Estado, uma Nação. Hoje, vemos que a Rainha do Céu (o deus deste século) está interessada em cegar o entendimento do povo de Deus, gerando negociações contrárias à Palavra e traumatizando, descredibilizando e enfraquecendo a Igreja.

Quando o entendimento é cego, a negociação vem

Roma é negociadora. Muitos negociam na família, na célula, entre os 12, no ministério. E aí, começa um tipo de desgaste emocional e espiritual, usando como arma a incredulidade, que cega o entendimento dos incrédulos. O diabo utiliza a incredulidade para entrar nas vidas. A incredulidade é uma porta aberta para demônios.

O inimigo sabe que se plantar alguma dúvida em relação a um comando, a uma voz, entra uma regência maligna sobre a pessoa, porque a Bíblia diz, em Romanos, que tudo o que é feito com dúvida não é da fé, o que é feito sem fé é pecado (Romanos 14:23) e sem fé é impossível agradar a Deus (Hebreus 11:6). A incredulidade nos leva a pecar.

Quando o entendimento é aberto, a luz do Evangelho é vista

Quem possui entendimento aberto tem a revelação sendo ampliada, a cada dia, gradativamente. Hoje você está em um nível, amanhã em outro bem maior e assim sucessivamente. Deus vai ampliar os seus níveis. Você vai dormir menos pecador e acordar mais santo, cheio da convicção de Deus. Isso é o entendimento aberto.

A luz do Evangelho da Glória de Cristo é a visão aberta na sua plenitude. Entendimento e luz são duas coisas que caminham juntas. A Bíblia diz que a luz dos olhos de Eli foi embora. Então, a luz está relacionada à visão. A luz do Evangelho de Cristo representa a visão ampliada e quanto mais você ampliar a visão, menos tentado será para a negociação. Quanto mais envolvido, mais comprometido. As pessoas têm medo de se comprometer.

Conserve a visão e o sonho que Deus entregou a você

Uma visão e um sonho devem ser conservados de forma inegociável, vencendo a obra da carne e tudo o que queira afastar você do projeto de Deus para a sua vida. A carne tem que estar subjugada ao Espírito, para que o diabo não encontre brechas e cegue seu entendimento.

Mantenha o seu coração comprometido com o Senhor e abra mão do que for preciso para ter o entendimento aberto. Decida fazer parte de uma geração inegociável nos princípios do Reino, servindo ao Rei com integridade em todas as áreas da sua vida.

Visualizações: 1029

Plano de Leitura Bíblica

23 Mar
Números 4
Provérbios 1
Lucas 15

24 Mar
Números 5
Provérbios 2
Lucas 16
25 Mar
Números 6
Provérbios 3
Lucas 17
26 Mar
Números 7
Provérbios 4
Lucas 18
27 Mar
Números 8 e 9
Provérbios 5
Lucas 19
28 Mar
Números 10
Provérbios 6
Lucas 20
29 Mar
Números 11
Provérbios 7
Lucas 21