A estratégia do deus deste século sempre será a mesma, laços de passarinheiro como arapucas para confundir a identidades das águias.

Águias fazem voos altos e nobres, têm firmeza no olhar, visão ampliada, mira certeira, não erram o alvo e estão acima da tempestade. A águia não perde sua nobreza nem quando está para partir.

O deus deste século não só cegou o entendimento, mas está confundindo a identidade das águias, tornando-as urubus. O laço do passarinheiro é uma gaiola que aprisiona as águias, impedindo-as de viver seu chamado. Uma geração de pássaros nobres confundidos com urubus, voando e se alimentado de lixo e carniças, quando deveriam sobrevoar oceanos e montanhas.

Como águias, não podemos nos conformar vivendo em gaiolas como urubus. Mentiras foram plantadas, e irmãos, pastores e líderes estão presos em gaiolas, pois caíram no laço do passarinheiro.

A manifestação do Espírito Santo, na última noite do Jump, foi um comando: rompa com o medo, assuma a sua essência, decida voar mais alto, responda ao seu chamado. Voe na direção do seu propósito.

Povos não alcançados estão esperando por você, tire os projetos do papel, pastor. Jovem, levante a sua voz e compartilhe a sabedoria de Deus. Por que você está no chão se nasceu para voar? Esse é o discurso do Fogo Intenso para jovens, líderes e pastores. Através das chamas, o Espírito Santo diz: saia da gaiola!

Visualizações: 699