O comando da programação da tarde de Sábado esteve com a Rede de Adolescentes do MIR e foi marcante, assertivo e cheio da glória de Deus!

Raquel Terra Nova, líder da Rede, trouxe incentivo para todos aqueles que se sentem incapazes de pregar o Evangelho da Salvação. Disse que os jovens precisam ser curados para amar e alcançar as vidas.” Você está dentro da Igreja e já conhece a verdade, mas quem está lá fora não. É você quem carrega a mensagem que pode tirar as pessoas da opressão, em você está a solução para os problemas, o alívio para a dor, a cura para as feridas, porque Deus disse que nós faríamos obras maiores”.

Raquel também disse que empatia é saber se colocar no lugar de outra pessoa e que precisamos apresentar Jesus para pessoas, se ter vergonha, já o que o mundo não se envergonha de oferecer tantas coisas ruins e que levam à morte. “Temos que voltar à essência de amar vidas, não adianta ser luz aqui dentro da Igreja, pois aqui já tem muita gente que brilha. Você tem que ser luz lá fora, tem que receber e transmitir vida, mas isso só é possível com o Espírito Santo, sem ele não se chega a lugar algum”.

Outra mensagem deixada foi a de que muitos jovens não têm intimidade com Deus por causa de “preguiça espiritual”, por não estarem dispostos a buscar o Senhor e manter um relacionamento forte e verdadeiro com Ele.

Mundo tenebroso

Pessoas que cresceram na Igreja, mas têm muitos conflitos e não conseguem sentir Jesus. Filhos de Pastores que escondem Deus para os amigos. Jovens que cultuam o corpo e dedicam a vida às redes sociais. Homens e mulheres atormentados, viciados em pornografia, em drogas, em álcool. Exemplos vivos, tão comuns nos nossos dias, foram representados na peça Mundo Tenebroso, apresentada pela Rede de Adolescentes.

Foi um alerta para prestarmos atenção nas pessoas à nossa volta, no sofrimento e nas prisões que enfrentam por não conhecerem Jesus. E elas estão tão próximas. Na escola, no trabalho, no bairro, clamando por uma palavra de salvação.

No final, os jovens foram advertidos a não negociarem   a chamada que Deus lhes fez, a serem santificados e transformados no caráter, na mente e nas atitudes e a não se distraírem com os convites do mundo, pois eles tiram do propósito os servos do Senhor.

Jesus, a expressão do amor

O líder da Rede de Adolescentes, João Wesley, citou Marcos 16, lembrando que o ide de Jesus não é um convite, mas uma missão para cada um de nós.  Jesus foi o maior herói de todos os tempos porque morreu na Cruz por todas as pessoas do mundo, e fez isso por amor. Você faria isso por alguém?

João também ensinou que Evangelismo não é apenas falar de Deus para as pessoas, mas consiste também em darmos bom testemunho. “As pessoas olham para você e querem logo saber sobre a sua vida, se ela é santa ou mundana”, disse.

Os jovens também foram confrontados com outras frases impactantes: Você está esperando o quê para salvar os seus amigos que estão no mundo? Não podemos ser uma geração que mata os sonhos de Deus!

Visualizações: 759