Existem pessoas que estão compromissadas com o Reino de Deus nos últimos dias. Elas entendem que o país passa por um momento de transição e sabem que Deus tirou as vestes das autoridades da Nação, destruindo o espírito de corrupção. O Brasil nunca mais será o mesmo, porque a ação, apesar da influência dos homens do Ministério Público e Judiciário, foi a mão de Deus quem fez tudo isso.

Características da Geração Apostólica

1- Não negocia a sua herança

A Geração Apostólica não cede, não negocia a herança que Deus deu a ela. Podemos lembrar, como exemplo, a história de Nabote, que não negociou a sua herança. A questão de Acabe em querer o que era de Nabote, não era necessariamente a vinha, mas o que ela representava. Não negocie a herança que Deus deu a você.

2- Conhece o mundo espiritual

Os principados que governavam esse país estão com os dias contados, porque a visão do Reino de Deus será implantada em Brasília e na nossa Nação. Posso fazer essa afirmação porque faz 30 anos que oro por Brasília e pelas mudanças que já vejo acontecendo no mundo espiritual.

Acabe queria fazer qualquer negociação com Nabote, mas ele foi inegociável. Infelizmente, muitos não são como Nabote e, no meio do caminho, fizeram negociações escusas. Mas os inegociáveis cumprirão a missão que receberam de Deus e verão o agir do Pai.

3- Ministra a restauração da credibilidade

A restauração da credibilidade foi destruída. E ela precisa começar na Igreja, restaurando, primeiro, a confiança uns nos outros como irmãos, como ministério, compreendendo nossas diferenças. Quando isso acontecer, a credibilidade será visível.

Um dia, Davi estava jurado de morte por Saul. Ele e Jonatas fizeram uma aliança de confiança que foi tão grande que após a geração seguinte, permaneceu. O mesmo, Deus quer fazer com a Igreja brasileira.

Quando isso acontecer, virão todos os Apóstolos, Bispos, Pastores, Profetas, Mestres, de todas as denominações, e viverão em unidade. Então a Igreja tomará a Nação e nós seremos instrumentos de Deus nesta Nação.

4- Vive debaixo do Rhema de Deus

A Geração Apostólica vive debaixo do Rhema de Deus, obedecendo o que Ele fala e agindo na sabedoria divina, sabendo que tudo o que planta, colhe.

Lembro do dia em que soube que tinha câncer. O que me sustentou foi a Palavra de Deus e todos os Rhemas que Ele colocou no meu coração. Minha confiança era a de que o Senhor havia levado sobre Ele todas as minhas enfermidades. E foi assim que venci. Mesmo com as minhas emoções entristecidas, eu estava fortalecido no Espírito e até me senti bem fisicamente, apesar da doença.

Em um dos momentos no hospital, fui visitado por um homem que disse que eu estava curado. Eu continuava careca, com dor e andando de muletas. Apesar de tudo isso, eu não fitei meus olhos na evidência, mas na Palavra de Deus e na cura. E assim foi!

O aprendizado pra mim foi que nem tempo, nem Satanás, nem ninguém vai impedir a história que Deus escreveu pra cada um de Seus filhos.

5- Deixa de ser Benoni para ser Benjamim

Gênesis 35:16-18, conta a história de Raquel quando ela tem o filho e morre. Mas antes de morrer, ela diz: "Seu nome será Benoni - filho da minha dor, motivo da minha morte". Você pode imaginar a carga maligna que essas palavras gerariam na vida da criança e durante toda a sua vida?! Jacó, porém, deu a ele o nome de Benjamim - o filho da minha força.

A cultura do nosso país tem a cultura de gerar Benoni, mas, porque nascemos de novo, de Deus, somos Benjamim. Os filhos de Deus vencem o espírito da morte e são como Benjamim. Destroem a presa pela manhã para comê-la à tarde.

Quero finalizar com a história de Mefibosete e com a restituição que ele recebeu de Davi, apesar de o servo querer impedir que ele sentasse à mesa com o rei, por ter problema nos pés. De igual forma, muitos estão decepcionados e com os pés quebrados, mas a Geração Apostólica, não nasceu em palácios, veio de Lo-Debar para ser colocada à mesa com o rei. E, assim, ela também será usada para trazer outros que estão com os pés quebrados por traições e frustrações, para comerem à mesa do Senhor. Essa é a unção Apostólica dos últimos dias.

Visualizações: 6328