MINISTRAÇÕES
A Maturidade dos 12
Apóstolo Ayub
Foto: Maurício Nascimento   
Texto: João 17:1-12

A maturidade dos 12 está em buscar a Deus e manifestar a Sua vontade. Os 12 não podem perder a visão da cobertura.

Jesus orou pela Sua equipe de 12, porque era Homem de Aliança. Em João 17, Jesus orou por mim e por você. O clamor e a oração é um princípio de autoridade, é princípio espiritual. Quando você clama pelos seus 12, o diabo não pode entrar na vida dele, por causa da cobertura.

Fazemos parte de um ministério no qual há um clamor por multidões, a partir dos 12. Os 12 devem permanecer no foco correto. O foco da Visão Celular é ganhar, discipular, consolidar e enviar.

Na Visão Celular recebemos o manto apostólico que nos faz consolidar com êxito. Os 12 têm a unção de ganhar, discipular, consolidar com palavras de vida para ser enviado no respaldo do Espírito Santo de Deus.

Aquele que é 12 não pode perder a essência da gratidão. Ele não esquece o que o líder fez e faz por ele. Os 12 são príncipes porque mantêm a qualidade da nobreza. Não são súditos, porque não fazem apenas o que recebem como ordem, de forma mecânica, eles sabem que têm que ir além do que lhes é ordenado. A mentalidade dos 12 é uma mentalidade diferente.

Os 12 não têm mentalidade de andarem sozinhos, porque possuem na sua essência o ser equipe. Eles olham para o Alto e recebem das mãos do Senhor a coroa da vitória. Eles conhecem o chamado e o dom que receberam de Deus.

Precisamos receber de Deus a maturidade da Visão Celular para não sair do foco correto, entendendo que a partir de nós, haverá o ganhar, consolidar, discipular e enviar. Seremos indesistíveis porque dentro de nós há libertação, cura, restauração que serão compartilhados com outros. O decreto que há sobre nós é de vitória pelas qualidades de nobreza que Deus nos deu. Que venha o Reino de Deus e que a glória do Senhor seja estabelecida.

 

 
VISITANTES: 676240
PRINCIPAL
MATÉRIAS
ENTREVISTAS
MINISTRAÇÕES
MENSAGENS
GALERIAS DE FOTOS
 

Copyright © 2010 Ministério Internacional da Restauração. Expediente