Apóstolos Renê e Marita Terra Nova

 
Confira como foi o congresso de Consolidação no ano passado
 
 
 
 


Publicado: 21.02.2012
‘A unidade na consolidação gera a multiplicação’
Partindo desse propósito, o casal de Apóstolos Gregório e Gisele Menezes, da cidade de Manacapuru (a 84 quilômetros de Manaus), vivenciam uma das maiores conquistas da Visão Celular no M12 no interior do Estado. Criada em 2006 com apenas 22 discípulos, a Igreja em Células da Restauração (ICR) tem comemoração de sobra no dia 1 de junho, deste ano. São seis anos de existência na cidade, onde uma média de 600 discípulos participam dos dois cultos realizados aos domingos

Alessandro Bandeira

A ICR é uma Igreja que teve uma expressão no número de discípulos nos últimos cinco anos. Como o senhor tem trabalhado para consolidar essa conquista?

Temos buscado viver uma consolidação bem próxima dos discípulos por meio de encontros específicos da Visão Celular. Eu faço questão de estar presente em todos os encontros, incentivando os nossos discípulos a fazer uma consolidação respaldada nos princípios bíblicos.

 

Um dos seus discípulos é o prefeito da cidade, Edson Bessa, que tem sido um ‘braço direito’ junto aos projetos da Visão Celular no M12 no município. Conte-nos um pouco dessa consolidação.

O prefeito é uma pessoa que ganhei para Jesus antes mesmo do processo da Visão Celular no M12 em nossa Igreja. É líder de célula e atualmente inseriu a ‘Festa dos Tabernáculos’ no calendário oficial de eventos do nosso município. O projeto de lei foi aprovado pela Câmara Municipal de Manacapuru e vai ser sancionado nesses próximos dias. Estamos em um tempo de conquista acelerada da população dessa cidade.

 

E essa unidade no discipulado é fundamental para que a Igreja avance em novos territórios. Como uma equipe de 12 deve atentar para esse princípio?

A unidade deve estar voltada para a mesma linguagem e visão. E isso é bíblico, pois quando os homens foram construir a Torre de Babel, uma das coisas que Deus disse foi: ‘Desçamos e confundamos a língua deles porque esse povo tem uma só visão e tudo que tentarem fazer assim farão’. Se formos nessa direção, acontecerá a multiplicação.

 

Quais seus principais planos ministeriais após participar deste Congresso de Consolidação?

Pretendemos realizar um Congresso com este mesmo enfoque junto às demais Igrejas da Visão, localizadas no interior e municípios adjacentes da nossa cidade. Será em meados do mês com a intenção de multiplicar esse conhecimento para as pessoas que não puderam vir aqui no MIR. Cremos que será de total êxito assim como foi em nossas vidas neste Congresso de Consolidação. 

 
 
  » ‘A unidade na consolidação gera a multiplicação’
  » “De volta à essência do Reino para atrair multidões”
  » “Não abro mão de consolidar as vidas”
  » A chave de Manaus está nas mãos de Jesus