“E por onde quer que entrar o rio viverá todo ser vivente que vive em enxames, e haverá muitíssimo peixe; porque lá chegarão estas águas, para que as águas do mar se tornem doces, e viverá tudo por onde quer que entrar este rio. Os pescadores estarão junto dele; desde En-Gedi até En-Eglaim, haverá lugar para estender as redes; o seu peixe será, segundo a sua espécie, como o peixe do Mar Grande, em multidão excessiva.” (Ezequiel 47:9-10)

Ezequiel 47 descreve o rio de Deus, que tem todos os tipos de cardumes. Cardumes não se misturam uns com os outros, mas estão dentro do mesmo rio, se alimentando nas mesmas águas. Fazendo um comparativo com a Visão Celular, podemos dizer que assim são as células, todas estão dentro do mesmo rio, da mesma visão, mas têm objetivos específicos em suas respectivas redes.

Precisamos compreender que, se estamos no rio de Deus, vamos estar imersos nas mesmas águas, comendo o alimento que vem desta água, vivendo em comunhão com os santos e nos alegrando com a bondade, a fidelidade e a misericórdia do nosso Pai.

Proteção

Os peixes de cada cardume se protegem ficando todos juntos, para dar a sensação de impotência para o predador. Quanto mais estiverem unidos, mais dificilmente serão atacados. Um peixe isolado é presa fácil para o inimigo. O mesmo se dá conosco. Quando estamos todos juntos, o inimigo pode sim vir para nos atacar, mas não nos pega. Porém, se estivermos isolados, caímos no laço.

E aqui vai um alerta: Nunca ande só, nem resolva problemas ou tome decisões sozinho. Procure seu discipulador e você, discipulador, ensine os discípulos a procurarem você. Não se trata de dependência, nossa dependência é de Deus, mas de estar cobrindo uns aos outros no amor e no cuidado do Pai por nós.

Peça a Deus que sobre você a graça suplante a angústia, o estresse, a irritação. Quando estamos angustiados, perdemos a reflexão, e nessa perda, começamos a falar coisas impensadas. O isolamento é o que tem prejudicado a comunhão e também afastado pessoas de coração nobre, mas que se deixam levar pela rota do inimigo. Um rio e todo afluente que tem uma fonte, passa por dificuldades quando chega a época da seca. Embora não desça o nível da essência, desce o nível da água. A água pode estar correndo pouco, mas a essência da água que corre ali é a mesma da fonte. Mas, quando vem a chuva – o avivamento – o rio torna a tomar o seu leito e transborda na proporção esperada ou até maior. E, quanto mais água, mais necessidade há de leitos para que ela corra. Todo rio procura os braços para correr e não se detém por nada, até chegar no mar.

Sua vida é o leito por onde corre o rio de Deus, e esse leito deve transbordar e inundar todos os que estão ao seu redor, para que mergulhem nas águas do Senhor e se tornem também leitos límpidos. Permita-se ser esse canal de bênção para muitos, entendendo que você é a escolha do coração do Senhor para este tempo. Você está vivendo um tempo muito especial da parte de Deus. O ano ainda não acabou, o Senhor ainda tem Novos Começos para você. Mergulhe no rio de Deus e viva todas as experiências de intimidade que Ele quer proporcionar a você para que você receba uma unção sobrenatural sobre a sua vida.

As águas estão crescendo, e chegará um tempo no qual vamos precisar de mais leitos, de mais braços para o rio correr. Como a Bíblia diz: “Desde En-Gedi até En-Eglaim” haverá lugar para estender as nossas redes e nossos cardumes serão “como o peixe do Mar Grande, em multidão excessiva”.

Você crê? Se você crer, verá a glória de Deus.

Visualizações: 1282

Plano de Leitura Bíblica

11 Nov
Esdras 7
Oseias 8
Atos 27
12 Nov
Esdras 8
Oseias 9
Atos 28
13 Nov
Esdras 9
Oseias 10
Colossenses 1
14 Nov
Esdras 10
Oseias 11
Neemias 1
15 Nov
Neemias 2
Oseias 12
Colossenses 3 e 4
16 Nov
Neemias 3
Oseias 13
I Tessalonicenses 1 e 2
17 Nov
Neemias 4
Oseias 14
I Tessalonicenses 3 e 4