“Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom trato as suas obras em mansidão de sabedoria.” (Tiago 3:13)

Deus, em toda a Sua Palavra, nos orienta a buscar sabedoria e entendimento sobre o Seu Reino. Quando somos sábios e entendidos sobre o que o Senhor tem para nós, compreendemos melhor as pessoas e nos relacionamos melhor com todos. E mesmo diante dos desafios nos relacionamentos, conseguimos vencer as adversidade e orientar sem ofender, quando necessário.

Muitos cristãos têm deixado a presença de Deus por causa de ofensas que ocorrem entre irmãos. A ofensa é a seta mais letal para desconstruir uma pessoa e trazer má gestão de relacionamento. Existem muitas maneiras de ofender: Por palavras, atitudes, desonra, descredibilidade, desconfiança, ou por agressões físicas, éticas, morais. E em dias de internet, cada vez mais as pessoas, de forma covarde, têm se utilizado desse canal para ofender até os mais próximos.

Mas, e você, o quanto você tem buscado ser sábio e entendido e vencer barreiras, limitações na alma e as ofensas, das quais ninguém está isento? Os níveis de caráter são revelados no abrir da boca de cada filho de Deus. Pelas nossas palavras e atitudes, mostramos quem somos ou quem não somos. Precisamos ser comedidos e sempre utilizar a linha de respeito com o nosso irmão.

Bom trato

Tiago diz que quem é sábio e entendido mostra no seu bom trato. O que isso quer dizer? Que não é apenas falar, é fazer, é agir de forma sábia e entendida na direção das pessoas. Portanto, vença a fraqueza de responder ao outro com uma ofensa pessoal. Não pense: “Como ele fez comigo, vou fazer com ele”. Isso não é sabedoria e entendimento, mas vingança.

Um filho de Deus sábio e entendido, responde às ofensas no diálogo e não ofendendo. Ofensas só servem para machucar pessoas. Temos que ser maduros o suficiente para saber quando uma palavra está sendo dirigida a nós ou a terceiros. A melhor maneira de se prevenir contra os insultos é, discretamente, ir saindo desses ambientes tóxicos, se ajudar e ajudar a outros. A Bíblia diz: “Quando se manda embora o zombador, a briga acaba; cessam as contendas e as ofensas desaparecem.” (Provérbios 22:10)

O bom trato protege você das ofensas. Ofendidos não produzimos. É como se uma flecha certeira atingisse o alvo. Hoje, todos nós lidamos com uma geração de ofendidos, tanto no âmbito de casa como no reduto do discipulado. Já fomos considerados a geração do mi-mi-mi, tudo é ofensa. Mas nós, enquanto cidadãos do Reino, que nasceram de novo, temos que fazer a diferença.

Se existe uma geração de ofendidos, vamos criar a cultura do Reino de sabedoria e entendimento, usando o bom trato através de atitudes que respaldem o nosso novo nascimento. Que possamos vencer o desrespeito e a manipulação emocional ofensiva de alguns e cumprir o versículo que diz: “Ouçam-me, vocês que sabem o que é direito, vocês, povo que tem a minha lei no coração: Não temam a censura de homens nem fiquem aterrorizados com suas ofensas.” (Isaías 51:7)

A nossa percepção de valores deverá ser aguçada, até mesmo para sabermos o que está errado no nosso caráter. Vamos lá! Se você se sente ofendido, o passo da cura deve ser seu, fazendo duas coisas:

1. Busque ajuda do discipulador. Orientação nunca é demais. E se você se sente magoado, tem que tirar essa mágoa do coração, pois magoados não logram êxito nas suas conquistas. A mágoa é uma estratégia do adversário para matar seu êxito.

2. Se possível, conserte-se com quem o magoou. Para o seu bem-estar, procure sabiamente a pessoa, para que você se sinta melhor. Ignorar o problema não significa que ele deixou de existir. Fazer essas coisas será saúde para a sua alma e, com certeza, vida para o seu espírito.

Viver bem é uma dádiva, por isso, precisamos ser arautos da nossa saúde e atalaias da alma saudável. Não pare no meio do caminho porque pessoas sem sabedoria e entendimento feriram você. Não permita que a doença de alguém seja maior que os objetivos que você tem no Reino. Mantenha-se saudável e avance para as suas conquistas. “Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nas ofensas, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco, é que sou forte.” (II Coríntios 12:10)

Somos homens e mulheres de fé, portanto, quando nos encontrarmos, que tratemos uns aos outros em amor, esse é um dever cristão e uma atitude de educação. Assim, vamos construir um universo melhor evitando essas setas que destroem pessoas e afetam relacionamentos, desde os familiares quanto os mais saudáveis no campo da amizade. “Algumas vezes vocês foram expostos a ofensas e tribulações; em outras ocasiões fizeram-se solidários com os que assim foram tratados.” (Hebreus 10:33). Então, a nossa sabedoria e o nosso entendimento resultam em solidariedade. E a solidariedade é um benefício para nós mesmos e saúde emocional de sobrevivência no cotidiano. Viva bem e saudável!

Visualizações: 1967

Plano de Leitura Bíblica

14 Out
2 Crônicas 3 e 4
Ezequiel 40
João 6
15 Out
2 Crônicas 5 e 6
Ezequiel 41
João 7
16 Out
2 Crônicas 7
Ezequiel 42
João 8
17 Out
2 Crônicas 8
Ezequiel 43
João 9 e 10
18 Out
2 Crônicas 9
Ezequiel 44
João 11
19 Out
2 Crônicas 10 e 11
Ezequiel 45
João 12
20 Out
2 Crônicas 12 e 13
Ezequiel 46
João 13 e 14