“Fiel é Deus, o qual os chamou à comunhão com seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor.” (I Coríntios 1:9)

A caracterização da fidelidade está inserida no nosso caráter. Mas não é difícil encontrar assaltos na alma, ou seja, setas na mente. Hoje, com a pluralidade de informações e a mente de esquerda na nossa geografia, quando ensinos paralelos invadem nossa doutrina e pervertem nossa cultura, um assalto pode roubar, em dias, ensinos de décadas. Temos experimentado isso na pele, e no seu histórico não é diferente. Mas a Palavra diz: “Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, corrijas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo coceira nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.” (II Timóteo 4:1-5)

Satanás roubou o coração de alguns discípulos e perverteu a cultura de outros, esfriando-os na fé e, literalmente, arrancando o desejo de estarem no Altar do Senhor; viraram meros religiosos e não têm mais a essência da vida de Deus. Entrou um engodo e, como um encantamento, tirou muitos nobres da rota de conquista, cegando os olhos e alienando o entendimento. Não é difícil encontrar pessoas picadas pelo veneno da serpente, emprestando o ouvido a doutrinas que tiram muitos da chamada e anulam o propósito de Deus na vocação que estava sendo bem-sucedida.

Fora da rota da fidelidade

O que faz uma pessoa que se diz ser fiel, e era, fazer uma rota tão fora de tudo que aprendeu? Eu aprendi, na experiência, lidando com vidas, e no meu chamado para apascentar pessoas de diferentes culturas continentais que, de fato, existe uma atmosfera de trevas que invade os céus de alguns e perverte a fé, fazendo com que a nobreza seja transformada em pobreza. As consequências são visíveis. É uma cegueira mesmo por parte do agente das trevas. “Por isso, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos; antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade. Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus. Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo.” (II Coríntios 4:1-6)

Quais são os conteúdos que roubaram nossa doutrina pura?

Vivemos em um tempo, onde as facilidades de comunicação são as mais variáveis possíveis. Emprestamos nossas mentes e ficamos em exposição, com a nossa alma em estado alfa, então o adversário ganha vantagens nesses PONTOS DE CONTATOS e a queda dos valores é certa. Como por exemplo:

. Programas de televisão;
. Filmes de terror;
. Instruções contra os nossos valores;
. Meios de comunicação de educação;
. Mídia digital ou Inteligência Artificial;
. Faculdades, cursos e outros projetos fora dos princípios;
. Canais de Youtubers (que não são da nossa linha de pensamento);
. Séries na Netflix ou concorrentes (que estimulam aventuras fora da promessa);
. Bate-papo com estranhos (que dão sugestão de modelo de vida);
. Amigos do passado ou novas amizades (que não possuem o conteúdo da mente de Cristo);
. Conversas fora do princípio (que roubam a fé e esperança nos sonhos que Deus nos deu);

Tudo isso invadiu o universo do pensamento, reprogramando as mentes e criando fantoches da era cibernética. Ou agimos, ou seremos contaminados. Essa exposição de mente atrairá muitas contendas que poderá gerar uma exposição. “Ouvi a palavra do Senhor, vós filhos de Israel, porque o Senhor tem uma contenda com os habitantes da terra; porque na terra não há verdade, nem benignidade, nem conhecimento de Deus. Só permanecem o perjurar, o mentir, o matar, o furtar e o adulterar; fazem violência, um ato sanguinário segue imediatamente a outro. Por isso a terra se lamentará, e qualquer que morar nela desfalecerá, com os animais do campo e com as aves do céu; e até os peixes do mar serão tirados. Todavia ninguém contenda, ninguém repreenda, porque o teu povo é como os que contendem com o sacerdote. Por isso tropeçarás de dia, e o profeta contigo tropeçará de noite; e destruirei a tua mãe. O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.” (Oséias 4:1-6)

Essa indignação do Senhor está atualizada em nossos dias. Ele tem nos mostrado que precisamos voltar aos princípios e reprogramar nossa mente no conteúdo da verdade, extraindo todo e qualquer embaraço que chegue na nossa geografia. Em alguma coisa entristecemos o coração do Senhor e nossa disposição agora é olhar para quem pode nos ajudar a mudar a história do território que nos fora confiado. Se não houver esse retorno, dificilmente manteremos a conquista que Ele já confiou nas nossas mãos.

Continua...

Visualizações: 1458

Plano de Leitura Bíblica

14 Out
2 Crônicas 3 e 4
Ezequiel 40
João 6
15 Out
2 Crônicas 5 e 6
Ezequiel 41
João 7
16 Out
2 Crônicas 7
Ezequiel 42
João 8
17 Out
2 Crônicas 8
Ezequiel 43
João 9 e 10
18 Out
2 Crônicas 9
Ezequiel 44
João 11
19 Out
2 Crônicas 10 e 11
Ezequiel 45
João 12
20 Out
2 Crônicas 12 e 13
Ezequiel 46
João 13 e 14