Desde o ano 2010, o MIR passou a fazer um evento especial para reunir somente as mulheres. Hoje, já se completa uma década possibilitando a elas um ensino direcionado, adequado às suas necessidades, com uma linguagem específica e também com toda a beleza e delicadeza que as mulheres amam e merecem. Ao longo desse tempo, foram vários temas preparados pelo Senhor para alcançar o coração das suas filhas. Vamos relembrar momentos marcantes de cada Congresso?

2010

O primeiro Congresso trouxe o tema Uma Geração de Mulheres de Honra. As mulheres foram honradas por cuidarem de vidas como discípulas de Jesus, esposas, mães e líderes. A Apóstola Valnice Milhomens foi uma das preletoras e disse que Deus quer usar cada mulher na plenitude, transformá-la em tocha e não permitir que o diabo destrua a família, o marido, os filhos. Também estiveram conosco a Bispa Sônia Hernandes, a Pastora Alda Célia e a então senadora Marina Silva.

2011

Palavras de ensino e muita unção marcaram este Congresso que teve como tema O perfil da Mulher de Honra. As congressistas descobriram que podemos enfrentar tantos desafios como problemas financeiros, dificuldades familiares, instabilidade emocional, falta de fé, desistência. Há um segredo para a cura, para a provisão, para a solução que parece tão distante, para o milagre. Esse segredo, que está em Jesus, foi revelado e compartilhado com pelo menos quatro mil mulheres.

2012

Impactando a sua geração com uma mente brilhante foi o tema desta edição do Congresso. A psicóloga cristã Adriana Muller veio dos Estados Unidos para ministrar às mulheres e falou sobre como desenvolver uma mente brilhante pela Verdade, rejeitando os pensamentos negativos e renovando a mente na Palavra de Deus. A Apóstola Marita ensinou que devemos ter a mente transformada pela Palavra, que não devemos pensar com uma mente humanista e que o nosso êxito está em alcançarmos a mente de Cristo, já que, com mentes contrárias, a nossa vida e o nosso ministério não prosperarão.

O Ato Profético trouxe uma reflexão sobre as mulheres dos tempos modernos, ávidas por autonomia, independência financeira, sucesso profissional e que, muitas vezes, se utilizam de parâmetros mundanos para conseguir tudo isso.

2013

Neste ano, o Congresso debateu um tema bem importante: A Inteligência emocional transforma a geração. Quem tem inteligência emocional alcança cura em todas as áreas, inclusive no corpo, portanto, é uma dádiva do Céu, é um presente divino.

No final, as mulheres saíram com uma certeza: É possível sim uma geração ter equilíbrio emocional, ser curada e ajustada nas emoções, basta clamar e tocar nas vestes de Jesus.

Destacamos a presença dos seguintes preletores:

Dr. Guilherme Schelb - O Procurador Regional da República, ele fez um verdadeiro treinamento para as mulheres ficarem atentas aos sinais que as crianças dão quando estão sendo abusadas sexualmente. Trouxe conselhos práticos sobre assuntos teóricos e, muitas vezes, pesados, que chocam as emoções, mas que são necessários de ser abordados. As instruções passadas se potencializam principalmente porque a maioria das congressistas são líderes de células, e lidam não apenas com seus filhos, mas com muitas pessoas através do discipulado.

Ensinando as mulheres a se portarem com inteligência emocional, a Pastora Ângela Sirino falou sobre as características da mulher que não é inteligente emocionalmente: falar demais, insubmissão, falta de feminilidade, ser Fiel exageradamente à moda, ser frágil ao extremo.

Ela também contou seu testemunho de como Deus a resgatou de uma família desestruturada, deu-lhe um casamento abençoado, curou-a da esterilidade e lhe deu três filhos que são herança do Senhor em sua vida.

2014

Uma mente saudável em meio a uma geração perversa. O tema deste Congresso, por si, já foi um grande ensino e uma alerta para as mulheres, que não devem se corromper com os atrativos deste mundo pecaminoso, mas manter as suas mentes santas e alimentadas pela Palavra de Deus.

A Apóstola Marita falou sobre qual é a chamada para as mulheres nesta geração e ensinou que elas devem ser sérias no viver, no vestir, no falar, na maneira de pensar e agir e ter o coração cheio de amor para derramar sobre as pessoas.

O Apóstolo Renê Terra Nova trouxe exortação e ensino dizendo que muitas mulheres não estão ocupando a sua função e, no lugar de serem auxiliadoras idôneas, têm sido mulheres tolas.

Neste ano, o Congresso teve uma programação diferente: um Café da Manhã com a Apóstola Marita Terra Nova, as Equipes M12 da nossa matriarca e líderes de diversos estados.

2015

Vencendo as crises do século, foi o tema no ano de 2015. As mulheres aprenderam que o posicionamento correto diante das crises deste século, sempre em obediência à Palavra de Deus, as levará à vitória. Além das ministrantes de Manaus, também recebemos preletoras de outros locais do Brasil:

Edméia Williams – É uma missionária brasileira e conferencista de renome internacional, que voltou ao MIR, depois de alguns anos, exclusivamente para participar, como preletora, da sexta edição do Congresso de Mulheres.Entre as várias palavras de ensino, ela citou Josué 15:13, que conta a história de Calebe e sua filha, para falar da relação que devemos estabelecer com Deus: uma relação de Pai para filha, e que a mulher foi traçada por Deus para completar a Sua obra.

Fernanda Brum - É uma das cantoras gospel de maior destaque no Brasil e sempre que vem ao MIR abençoa as mulheres com a sua voz e o seu carisma. Neste ano, ela falou sobre a importância da mulher ser espiritual e superar as crises, os medos e os vales da vida. Também orou por mulheres que não podiam ter filhos e levou a Igreja a momentos de intensa adoração a Deus através das suas canções tão conhecidas do público.

2016

Reformadas para transformar territórios foi o tema deste ano. O Congresso entregou ferramentas poderosas a todas as mulheres que verdadeiramente desejam ter suas vidas reformadas para serem instrumentos de Deus na transformação dos seus territórios. Nesta edição estiveram conosco:

Apóstola Tina Matias - Angolana, é Apóstola da Igreja Pentecostal Ministério de Fé e Libertação (MFL), sediada em Luanda/Angola. Casada com Joaquim Matias, tem cinco filhos e foi evangelizada por uma de suas filhas, que estava estudando em Londres e esteve em contato com uma Igreja em avivamento. Sua pregação é voltada para cura interior, com sinais e milagres, e aqui no MIR foi grande a unção derramada dos Céus através da vida dessa mulher de Deus.

Damares Alves - Pastora, Advogada e hoje ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, ela falou sobre a importância da Igreja abrir seus olhos para fatos que passam despercebidos por milhares, como o assassinato de crianças indígenas, quando nascem com uma deficiência, e o abuso sexual de crianças e adolescentes. As congressistas foram desafiadas a conhecer melhor cada assunto, acompanhar suas realidades, inclusive no âmbito da legislação pertinente, e, acima de tudo, abrir a boca e agir para mudar esta realidade brasileira.

Pastora Lauriete - Com mais de 30 anos de carreira, é considerada uma referência da música gospel, com 29 CDs gravados e 04 DVDs. A cada álbum lançado, canções que figuram entre as mais tocadas nas rádios do país, incluindo os antigos sucessos que até hoje são executados nas Igrejas como “Palavras” e “Deus dos deuses”.

2017

Mulher Reformista, a coluna da família foi o tema da oitava edição do Congresso que levou as mulheres a lançarem um novo olhar sobre um versículo já tão conhecido no meio cristão: “Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos.” (Provérbios 14:1)

As mulheres receberam ensino e libertação de toda obra da carne como prepotência, incredulidade, avareza e foram ressuscitadas na alma para serem transformadas em mulheres modelo. As congressistas também foram alertadas sobre a atuação da serpente que seduziu Eva, no Jardim do Éden e, ainda hoje, continua encantando muitas mulheres, envenenando as mentes com ideias humanistas, fazendo com que as pessoas não raciocinem mais pelos princípios de Deus, passando a ser regidas pelo espírito de engano. Também houve oração por Israel e muita adoração a Deus. Algumas ministrações falaram de empoderamento feminino, não como temos visto no mundo, mas pelo poder que vem do Alto, dos céus do Deus Todo-Poderoso.

A cantora Cassiane retornou ao MIR depois de sete meses. Ela disse que se sentiu amada quando recebeu o convite para participar do Congresso e homenageou com palavras de respeito e carinho a Apóstola Ana Marita Terra Nova. Cantou novas músicas de trabalho e conduziu a Igreja a momentos de extrema adoração. Mas foi com as canções antigas, tão cantadas ao longo de gerações, que Cassiane empolgou e emocionou as mulheres.

2018 – Congresso de Homens Mulheres e Casais

Neste ano, pela primeira vez, esses três Congressos foram realizados na mesma data, uma experiência diferenciada para que os discípulos do MIR recebessem ensino para a edificação da Família, nossa célula principal e um dos grandes pilares deste ministério.

Sacerdotes e Sacerdotisas foram muito edificados pelo Senhor, foi um tempo de consolidação e de preparação para as conquistas sem limites que Deus prometeu e manifestou sobre aqueles que aceitaram a missão de ser conquistadores de territórios.

As reuniões ocorreram no Templo do MIR e na Igreja Gerando Vidas. Também houve encontros em que homens e mulheres estiveram juntos para ouvir a palavra e a instrução de Deus. Um sinal de que há uma missão individual e também um propósito para que juntos avancem mais rápido e conquistem de maneira extraordinária.

O Pastor Altomir Rangel foi um dos preletores e trouxe palavras de ensino para homens, mulheres e casais.

Também fomos abençoadas pela ministração das Master Coaches Margô Rahhal e Guta Oliveira.

Visualizações: 321