“Se uma pessoa adquire a atitude correta em relação ao dinheiro, isso ajudará a endireitar quase todas as outras áreas de sua vida”. (Billy Graham)

Falar sobre dinheiro, saber lidar com ele, entender como ganhá-lo e como poupá-lo é muito importante nos dias atuais em que muitas famílias enfrentam tantas dificuldades para sobreviver; em que é preciso fazer verdadeiros malabarismos para equilibrar a vida financeira e o sonho de ficar rico é algo inatingível para a grande maioria das pessoas.

Mas não é só uma questão de saber administrar bem as finanças. Dinheiro, e a falta dele, também tem a ver com autoconhecimento, pois as nossas crenças, os nossos conceitos, as nossas emoções têm tudo a ver com a quantidade de riqueza que acumulamos.

O livro Os Segredos da Mente Milionária, foi escrito por T. Harv Eker, um empresário que ficou mundialmente conhecido por suas teorias e ensinamentos sobre riqueza emocional e financeira. Não foi à toa que ele conseguiu se reerguer depois de uma crise e se tornar milionário em apenas dois anos e meio. No Brasil, o livro já vendeu mais de 2 milhões de cópias. Só com essa venda dá para ter uma ideia do quanto de dinheiro ele continua acumulando!

O livro deixa claro que são os modos de pensar e agir que diferenciam os ricos dos pobres, pois são as crenças, pensamentos e hábitos que determinam o grau de sucesso de cada um. Portanto, existe ciência para o enriquecimento e várias lições a serem aprendidas, segundo o livro:

- Você já ouviu alguém dizer que a falta de dinheiro é um problema? Na verdade, ela nunca é um problema e sim um sintoma. Todos nós temos um plano de dinheiro e de sucesso no subconsciente. É esse modelo que determina nosso futuro financeiro. A falta de dinheiro é apenas um reflexo de um descontrole emocional interior.

- Aquilo que aprendemos na infância com relação a dinheiro formam os nossos pensamentos. Frases como: “Dinheiro não traz felicidade”, e “os ricos são desonestos” permanecem no subconsciente, se transformam em verdades. Essas palavras se transformam em emoções profundamente enraizadas, que vencem a lógica na hora de agir.

- A sua razão ou motivação para enriquecer ou fazer sucesso é crucial. Se ela possui uma raiz negativa, como o medo, a raiva ou a necessidade de provar algo a si mesmo, o dinheiro nunca lhe trará felicidade.

- Na maior parte do tempo, somos como robôs: Agimos no automático, dirigidos por condicionamentos passados e por velhos hábitos. Até os pensamentos e crenças devem ser escolhidos conscientemente, segundo o autor, para tomar decisões lógicas e sensatas. Ao fazer escolhas de consumo, por exemplo, não basta que a decisão faça sentido naquele momento para ser bem-sucedida. Ela precisa de uma lógica por trás.

- As pessoas ricas acreditam na seguinte ideia: “Eu crio a minha própria vida”. As pessoas de mentalidade pobre acreditam em: “Na minha vida, as coisas acontecem”.

- As pessoas ricas entram no jogo do dinheiro para ganhar. As pessoas de mentalidade pobre entram no jogo para não perder.

- As pessoas bem-sucedidas observam outras pessoas bem-sucedidas para se motivar e as veem como exemplos com os quais podem aprender.

- O segredo do sucesso não é tentar evitar os problemas nem se esquivar ou se livrar deles, mas crescer pessoalmente para se tornar maior do que qualquer adversidade.

O que a Bíblia nos ensina sobre dinheiro

Já sabemos que existe ciência e uma infinidade de livros e pensamentos que ajudam quem quer ter uma vida financeira equilibrada, mas, de nada adianta esse conhecimento secular se, antes, não nos atentarmos para os princípios deixados por Deus para obedecermos e prosperarmos.

Nem todo mundo já se deu conta, mas dinheiro é um dos assuntos mais mencionados na Bíblia. Alguns levantamentos apontam um número surpreendente: O Novo Testamento tem 2.084 versículos tratando sobre algum tema relacionado a finanças e 16, das 38 parábolas de Jesus, tratam de dinheiro.

Portanto, é primordial entender que existem Princípios Espirituais e Físicos com relação ao dinheiro e não podemos negligenciar nenhum deles.

Não devemos buscar a Deus apenas para conseguir multiplicar as finanças, porém, precisamos ter claro que obedecer aos princípios e instruções bíblicas nos faz alcançar prosperidade:

Ser dizimista fiel – Pesquisas mostram um dado triste e até incoerente dentro das Igrejas: Grande parte dos membros não cumpre o princípio de dizimar e ofertar. Talvez por isso, mesmo participando regularmente de algum ministério, muitas pessoas ainda passem dificuldades na área financeira, por não entenderem e obedecerem a instrução bíblica que diz que devemos devolver ao Senhor 10% de tudo aquilo que Ele nos deu.

Bondade – Deus quer que tenhamos o suficiente para viver e também para compartilhar com aqueles que necessitam de nossa ajuda. “O que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade.” (Efésios 4:28)

Trabalhar honestamente – Deus não quer que o Seu povo enriqueça ilicitamente, tanto que a Bíblia diz que “os bens que facilmente se ganham, esses diminuem.” (Provérbios 13:11), e “o que é ávido por lucro desonesto, transtorna a sua casa.” (Provérbios 15:27)

Manter o coração no Senhor – Deus não é contra o homem possuir riquezas e desfrutar delas, mas Ele nos adverte para guardamos o nosso coração. “Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.” (I Timóteo 6:10)

Muitos cristãos, alguns com vários anos de caminhada, ainda sofrem com o desequilíbrio financeiro. Isso traz problemas em outras áreas da vida, tanto que as principais causas dos divórcios, atualmente, têm a ver com finanças. Muitas famílias vivem o estresse, os desentendimentos, as frustrações e a escassez, não apenas porque administraram mau as suas finanças, mas, antes de tudo, porque esqueceram de reconhecer que é Deus quem dá as oportunidades, a capacidade, a criatividade e a força para trabalharmos e adquirirmos riquezas. É Ele também quem abre as janelas dos céus, enche os nossos celeiros e repreende todo devorador.

Obedeça à Palavra de Deus, seja conduzido pelo Espírito Santo para tomar as melhores decisões e viva a abundância e a vida extraordinária que Ele reservou para aqueles que são fiéis. Busque no Senhor uma vida financeira rica e bem-sucedida.

Visualizações: 106