“Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.” (I João 2:15)

Vivemos uma era de organização do reino espiritual chamada de cosmoscratórias, ou seja, mundo organizado, um sistema montado para ludibriar a mente dos salvos, principalmente de crianças, adolescentes e jovens. Mas, isso não significa que os mais velhos, ou mais maduros, estejam isentos.

Precisamos estar atentos e nos apegar ao amor de Deus. Se não vigiarmos, corremos o risco de amar mais o mundo do que Deus. Jamais podemos nos esquecer de que somos salvos em Cristo Jesus, mas há uma organização que quer despertar no nosso coração o amor pelo mundo, colocar um padrão, uma regra dentro de nós e nos moldar no parâmetro do mundo, dos filhos das trevas, nos desvirtuando do caráter de Cristo.

A Palavra de Deus nos diz para não amarmos o mundo, porque quem ama o mundo elimina Joao 3:16 da sua vida. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” Quem ama o mundo despreza o amor de Deus. Não há como ter dois níveis de amor. O amor do mundo é o Eros, o de Deus é o Agapan ou Ahava, completo, genuíno, que nos afasta do mundo e nos aproxima da Cruz.

Ser crente é viver esse Agapan de Deus. Nossa missão no mundo é árdua, mas maravilhosa. É difícil, mas tem sua recompensa. É chamada por Yeshua de vida abundante, plena e transbordante. Essa vida abundante não admite os padrões do mundo. Não são os padrões do mundo que nos regem só porque alguém os estabeleceu. O que nos rege é o princípio de Yeshua que está impregnado na nossa essência.

Quando o Apóstolo João diz que se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele, está referindo-se à organização cosmoscratórias que é uma mente governada, dominada, amarrada para as coisas de Deus e escravizada pelo diabo, por pessoas e sistemas. Há um sistema querendo nos pegar a ponto de dominar mentes, sentimentos e valores. Para muitas pessoas, é preciso outro nível de libertação, uma libertação na mente, que está amarrada e presa pelo sistema do mundo.

VIVA OS PADRÕES DA PALAVRA

Para ter uma vida de santidade, é preciso viver os padrões aprovados pela Palavra de Deus e não os padrões propostos e negociados pelo mundo. Nossos códigos internos e particulares revelam a que grupo pertencemos. Os grupos homogêneos se preferem. É por isso que pessoas santas andam com pessoas santas.

No mundo espiritual, se reconhecem e sabem que são agentes do Deus Vivo, homens e mulheres santos que refletem a natureza do Pai. Em você, existe o código da santidade.

DESEJE SER SANTO

Os santos se preferem, são homogêneos. Viva a santidade em tudo o que você fizer. Por exemplo: Você faz parte de um grupo de WhatsApp? Algumas pessoas chegam a postar figuras obscenas e depois pedem desculpas dizendo que foi para o grupo errado. Ora, quem posta imagens com dúbio sentido é porque tem uma interrogação sobre si.

Você precisa remover a interrogação que está sobre você. Muito mais nocivo que enviar uma imagem obscena para alguém é você enviar a mensagem para si mesmo. O código do pecado deve ser quebrado da sua vida, para que o diabo não plugue a sua alma, nem escravize a sua mente com imoralidade. Imoralidade e santidade, bem como pensamentos dúbios, não convivem juntos.

O que fazer? Envie mísseis no reino do espírito e destrua as setas malignas que você recebe através de pensamentos, imagens, palavras... Não perca o amor do Pai para inserir o amor do mundo. Não troque sua santidade por momentos de imoralidade.

Você exalará tanta santidade, que atrairá pessoas santas. Quem quiser pecar terá que procurar outra pessoa, mas quem quiser santidade irá procurar você.

DESEJE O AMOR DO PAI

Rejeite o amor do mundo e as coisas do mundo. Quem ama o mundo não se mistura com o amor de Deus. Imagine uma noiva que chega para o noivo, chama-o pelo nome para uma conversa e, muito friamente, diz que está dividida entre outro amor. Você acha que esse casamento dará certo? Você quer alguém dividindo amor? Deus é exigente, Ele não quer que você divida o amor com o mundo, com a carne e o diabo.

Amar o mundo é negar e rejeitar o amor de Deus Pai. Muitas pessoas estão assim: vazias do amor de Deus e cheias do amor do mundo, porque deixaram que a intendência do mundo espiritual entrasse e estabelecesse um novo padrão.

Uma vida de santidade exige que você viva os padrões aprovados por Deus e não os códigos particulares que atraem carnalidades. Você tem um DNA que atrai a glória do Senhor e o amor do mundo não deve ter lugar na sua vida.

VOCÊ É SANTO

Seja um homem ou uma mulher santo, que decide viver os padrões de Deus e não do mundo; ser alguém influenciado pelo Espírito Santo e não pelo mundo. A área da sua debilidade não será para a sua vergonha, nem derrota, mas para você mostrar a outros que as guerras podem ser vencidas.

O poder de Deus será aperfeiçoado no seu caráter por causa dessa debilidade e você será modelo para outros, pois não viverá no argumento do pecado, mas exalará uma vida de santidade. Pare de brincar de ser crente, pare de se enganar, pare de enganar o seu discipulador. Para isso você precisa:

Ser íntegro – Aquele que faz o correto de dentro para fora.

Ser digno – Aquele que é aprovado de fora para dentro.

Você precisa ser aprovado em todos os aspectos. Quando alguém disser que você é santo, você não pensará: “Se ele soubesse o que eu faço...” Não! Você terá testemunho de integridade, e dirá: “Realmente, eu sou mesmo um homem santo, pela graça do Senhor, porque esmurro a minha carne e vivo para Deus”.

Você é santo, santificado pelo Senhor, purificado, lavado e redimido no sangue do Cordeiro. Ao se arrepender do pecado e sentir vergonha pelo que fez, tornou-se crente de verdade, filho de Deus, e o Senhor continuará a boa obra que começou em você. A sua santidade e o seu amor a Deus são para a eternidade.

“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” (I Tessalonicenses 5:23)

Visualizações: 4644

Plano de Leitura Bíblica

24 Dez
Jó 33
Zacarias 9
Apocalipse
7 a 9
25 Dez
Jó 34
Zacarias 10
Apocalipse
10 e 11
26 Dez
Jó 35 e 36
Zacarias 11
Apocalipse
12 e 13
27 Dez
Jó 37
Zacarias 12
Apocalipse 14
28 Dez
Jó 38
Zacarias 13 e 14
Apocalipse
15 e 16
29 Dez
Jó 39
Malaquias 1
Apocalipse
17 e 18
30 Dez
Jó 40
Malaquias 2
Apocalipse
19 e 20