“E, ao terceiro dia, fizeram-se umas bodas em Caná da Galileia; e estava ali a mãe de Jesus. E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas.” (João 2:1,2)

Jesus começou Seu ministério em Caná da Galileia, em um casamento, em uma casa. “Jesus principiou assim os seus sinais em Caná da Galileia, e manifestou a sua glória; e os seus discípulos creram nele.” (João 2:11). Tudo que você observar no ministério de Jesus perceberá que Ele levava para as casas. Casa, na cultura hebraica, é um lugar sagrado, é um lugar de autoridade. Jesus mostrou que estava interessado em família. E isso não mudou!

O primeiro milagre público de Jesus foi em um casamento. Jesus, interessado no conforto dos noivos, não queria que eles se preocupassem nas bodas sobre a falta de vinho. Jesus possuía o entendimento de que aquele casal, aquela nova família que se formava, precisava começar dentro dos princípios. E que honra começar um casamento com a presença de Jesus!

UM VINHO NOVO PARA O CASAMENTO

“E, faltando vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Não têm vinho. Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora. Sua mãe disse aos serventes: Fazei tudo quanto ele vos disser. E estavam ali postas seis talhas de pedra, para as purificações dos judeus, e em cada uma cabiam dois ou três almudes. Disse-lhes Jesus: Enchei de água essas talhas. E encheram-nas até em cima. E disse-lhes: Tirai agora, e levai ao mestre-sala. E levaram. E, logo que o mestre-sala provou a água feita vinho (não sabendo de onde viera, se bem que o sabiam os serventes que tinham tirado a água), chamou o mestre-sala ao esposo, e disse-lhe: Todo o homem põe primeiro o vinho bom e, quando já têm bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vinho.” (João 2:3-10)

A vida com Deus pode ser comparada a um casamento. E sabemos que um casamento só é verdadeiro se tiver intimidade. Sem intimidade, deixa de ser um casamento; tem apenas o nome, mas não a função. E, nesse caso, o casal precisa de um vinho novo.

Voltando para o primeiro milagre de Jesus, em Caná da Galileia, quando o vinho foi experimentado, todos disseram admirados que não entendiam o motivo de terem servido o melhor vinho no final da festa. Talvez você esteja sem entender algumas questões dentro do seu casamento, contudo, não pode deixar de crer que o melhor está vindo para a sua aliança, para o seu ministério, para a sua vida, para as suas Células, para os seus 12, para a sua chamada, para a sua vocação.

Aquela história de “o melhor de Deus está por vir” é verdade. Só precisamos saber o que está consolidando a nossa vida e que tipo de sabor estamos dando à nossa relação. Isso porque se Jesus está dentro de um casamento, dentro de uma casa, visto que o interesse dEle é a família, então onde há uma família invocando o Nome do Senhor, Ele estará presente para realizar milagres.

Os nossos casamentos não são feitos sem Jesus. Jesus não é um convidado que está de passagem na casa, Ele é o Senhor para viver no seu lar e na aliança. Acredite: o cordão de três dobras não se rompe facilmente. Precisamos desse renovo dentro da aliança.

AUTORIDADE ESPIRITUAL

Precisamos convocar pessoas que têm autoridade nas áreas que precisamos galgar êxito para que orem por nós. Isso é sabedoria! Como você vai pedir do outro aquilo que você quer se ele não tem? Como você pode pedir ao mendigo que ore por prosperidade? Não se trata de orgulho espiritual, visto que existem mendigos ricos por dentro. Mas nesse caso, trata-se de alguém ser rico por inteiro. Como pedir para um doente orar por sua saúde? Essa pessoa é que está precisando de saúde. Quando for curada, poderá liberar a unção que Deus derramou sobre a vida dela. Só podemos dar aquilo que temos.

Quando entendemos sobre princípio espiritual, sobre vida espiritual, sobre o que Deus está nos entregando, nossa mente muda e entendemos se temos ou não autoridade espiritual para orar por certas pessoas em determinadas áreas. Enquanto não temos autoridade espiritual, devemos ser honestos e chamar outra pessoa para orar.

Precisamos de autoridade espiritual. Agindo corretamente, falando a verdade, Deus nos abençoará. E porque Ele ama a nossa casa, fará dela uma sede de avivamento. Jesus não começou por acaso o Seu ministério. Começou para nos ensinar que as casas devem ser referência de avivamento.

Imagine você estar passando por um problema na sua casa e Jesus tomar essa causa. Todos têm uma guerra específica, mas eu garanto que você terá vitória em tudo, porque quando Jesus está dentro da casa, o milagre acontece diante de todos. E o milagre é o de que o melhor de Deus acontecerá sobre sua família, sua vida, sua chamada e sua vocação.

Jesus poderia ter escolhido qualquer outro lugar para começar o Seu ministério público, mas começou em uma casa. Ele ama as casas e gosta de investir nas famílias. Jesus gosta de fazer milagres nas casas. Ele quer ser o Senhor da sua casa para que nenhum mal suceda a você nem praga alguma chegue à sua tenda.

Acredite: Vai começar um avivamento na sua casa! Há uma promessa vinda de Sião que diz que toda a sua casa viverá um avivamento extraordinário. O relógio vai girar e o avivamento do Senhor vai entrar na sua casa. Todos verão que a boa mão do Senhor repousa sobre toda a sua família.

DA RESSURREIÇÃO PARA UMA REUNIÃO EM CASA

Quando Jesus morreu e ressuscitou, apareceu a uma mulher. Na sequência, foi para uma casa. Um texto diz que Ele foi para a Galileia e outro diz que mandou um recado de que se encontrassem com Ele na Galileia. O texto bíblico diz que Ele entrou em uma casa. “Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco.” (João 20:19)

Onde eles estavam reunidos? Na casa. E o que Ele foi fazer lá? Ele queria que todas as casas fossem consagradas para receberem uma Célula. A base da profecia é a nossa casa. Nossa casa será um Tabernáculo do Altíssimo. Jesus começou o ministério dentro de uma casa para tirar a preocupação dos noivos. A perturbação de notícias ruins que poderiam chegar foi transformada em alegria pelo Senhor que estava promovendo um milagre.

Cremos que o Senhor está promovendo um grande milagre. Quando o Senhor viveu na Terra, foi de casa em casa, entrou na casa de judeus - como Nicodemos, entrou na casa de sacerdotes - como Jairo, entrou em casas de profetas, casas de pobres e ricos, em ambientes onde muitas pessoas não teriam coragem de entrar. Mas o Senhor fez isso de uma forma extraordinária.

Onde há desordem emocional, maldições hereditárias, demônios que encontraram brechas, que o Senhor traga libertação, cura e bênçãos. Que pelo poder do Calvário, o Senhor nos levante de uma forma sobrenatural e não deixe que o inimigo toque nas nossas famílias. Que nenhum mal chegue à nossas casas! Jesus mudará a nossa sorte e reescreverá a nossa história!

Visualizações: 6134

Plano de Leitura Bíblica

24 Dez
Jó 33
Zacarias 9
Apocalipse
7 a 9
25 Dez
Jó 34
Zacarias 10
Apocalipse
10 e 11
26 Dez
Jó 35 e 36
Zacarias 11
Apocalipse
12 e 13
27 Dez
Jó 37
Zacarias 12
Apocalipse 14
28 Dez
Jó 38
Zacarias 13 e 14
Apocalipse
15 e 16
29 Dez
Jó 39
Malaquias 1
Apocalipse
17 e 18
30 Dez
Jó 40
Malaquias 2
Apocalipse
19 e 20