Do que adianta um currículo impecável, um portfólio louvável, se quando alguém contraria você, diz algo que você não gosta, você se descontrola facilmente?

Uma das ferramentas mais eficazes à disposição do ser humano, porém pouco desenvolvida, é a Inteligência Emocional. Saber controlar seus impulsos, se questionar, gerenciar seu tempo e energia de forma inteligente é o que garantirá seu sucesso no longo prazo, sempre.

Mas o que é Inteligência Emocional?

De forma objetiva, Inteligência Emocional é saber gerenciar os seus sentimentos nas situações do dia a dia.

Quando alguém fecha você no trânsito, quando alguém critica você sem motivo, quando alguém provoca você e você sabe lidar com essas situações, está sendo inteligente emocionalmente.

Situações como essas requerem um controle emocional que muitos acabam não tendo e, com isso, perdem grandes oportunidades na vida e bloqueiam, de alguma forma, os seus destinos.

É preciso entender que problemas sempre existirão. Por melhor e mais inteligente que você seja, ainda assim, tais situações acontecerão, no entanto, a maneira como você lida com elas é que muda tudo.

Felicidade e sucesso não dependem de fatores externos, como pessoas, mas sim de fatores internos, como as nossas decisões.

Somos guiados pelo que Vemos, Lemos e Ouvimos.

Para caminhar em direção ao controle emocional é preciso entender que os nossos cinco sentidos dominam as nossas emoções, principalmente a visão e a audição.
Somos guiados pelo que vemos, lemos e ouvimos. Uma vez que nos deixamos levar pelas emoções, somos tomados por impulsos sem qualquer reflexão das consequências, e a chance de tomarmos uma decisão errada - nestes casos - é gigantesca.

• Quem nunca tomou uma decisão por impulso?

• Quem nunca fez uma escolha errada por impaciência?

• Quem nunca quis muito alguma coisa e quando finalmente conseguiu, teve a sensação de que aquilo não lhe satisfez?

Essa sensação de vazio e o impulso por determinadas coisas são comportamentos derivados de um desequilíbrio emocional, ou seja, mais uma vez, é o seu emocional tomando o controle de suas ações.

Com a Inteligência Emocional descobrimos o que realmente queremos! Descobrimos para onde queremos ir e, assim, alcançamos finalmente, o controle de nossas vidas. Por isso, agora, preciso explicar a você os pilares da Inteligência Emocional.

A Base da Inteligência Emocional

A base da Inteligência Emocional se resume em três pilares básicos:

Motivação

A motivação é definida como entusiasmo. A definição dessa palavra é bem clara no que ela invoca.
Entusiasmo, segundo o Dicionário Houasis, é o estado de exaltação da alma; alegria, júbilo; admiração e arrebatamento.

Sua origem é grega, e é composta pelos termos en + theos, o que significa “em Deus”. Os gregos antigos acreditavam que a pessoa entusiasmada estava com a presença divina, e assim poderia fazer as coisas acontecerem.

Encarar os desafios que a vida nos apresenta, com motivação, é estar preparado para enfrentá-los e ver que na verdade, eles não são tão grandes como aparentam ser. É poder ser capaz de alterar tudo ao seu redor.

Por isso, é necessário enfrentar os nossos desafios com motivação desde o início, para depois colhermos os frutos das nossas conquistas.

Autocontrole

O autocontrole é essencial para a Inteligência Emocional. Como já foi abordado, o desequilíbrio dos seus sentimentos leva a impulsos e a decisões falhas.

É preciso entender que todo pensamento gera um sentimento e todo sentimento gera um comportamento. Tendo isso em mente, é necessário compreender que você deve ter o controle de seus pensamentos, gerando assim um domínio dos seus comportamentos.

Sem o autocontrole, você continuará sendo escravo do tempo, continuará gastando por impulso com coisas que não vão satisfazê-lo, fará coisas contrárias aos seus valores e será submisso ao dinheiro. Aprendendo a ter o autocontrole, você terá o comando da sua própria vida e de sua história!

Empatia

A empatia é, sem dúvida, um dos maiores problemas da atualidade. Hoje, são raras as pessoas que se colocam no lugar do outro, que têm empatia.

Se colocar no lugar do próximo é um dos mandamentos bíblicos, mas é o que menos vemos acontecer. É estranho como o homem, um ser que foi criado para viver em sociedade, não tem empatia com o próximo.

A empatia é essencial para a Inteligência Emocional! Pensar e se colocar no lugar do próximo é proporcionar mudanças para as pessoas ao seu redor e para você próprio. Afinal, somos frutos daquilo que plantamos.

Agora que você tem consciência desses três pilares fundamentais, é preciso colocá-los em prática.

Motivação, Autocontrole e Empatia são tudo o que você precisa neste momento para ter um pleno domínio sobre os seus sentimentos, garantindo assim paz interior, o controle de sua história e um caminho próspero para o sucesso.

“Com fé que Deus conspira sempre a favor de seus filhos, e com excelência nas emoções nenhuma dificuldade irá nos parar”.

Paz e prosperidade!

Visualizações: 387