Quando eu me refiro a “mentalidade original”, estou dirigindo este artigo de volta ao conhecimento do que é natural no Reino de Deus.

Perceba que, geralmente, o povo judeu é desproporcionalmente bom com dinheiro. Por quê? Porque eles aprenderam dicas, ferramentas e técnicas para lidar com o mundo material de acordo com o Antigo Conhecimento Eterno do Reino.

Segredos de negócios na Bíblia foram escritos para compartilhar esse conhecimento com todos.

Vamos começar com esta pergunta:
O que é um “negócio”?

De acordo com o Reino: Negócio é uma pessoa ou uma organização que possui cliente(s).

E o que é dinheiro?

O dinheiro é um certificado de bom desempenho. É a prova de que você serviu a um ou mais cliente(s). Ou, de acordo com o entendimento original, serviu aos filhos de Deus.

A natureza do negócio originalmente é bem diferente do que associamos hoje em dia porque nossa concepção mental atual foi muito influenciada, ao longo da história, por motivações avarentas, gananciosas, impuras, que em nada se assimilam com a ideia original. A natureza original do negócio é e sempre foi espiritual. Está diretamente ligada ao SERVIR.

Permita-me fazer mais duas perguntas a você:

Por que os negócios são uma atividade espiritual, e não uma atividade física/material?

Porque nosso relacionamento com o dinheiro é espiritual.

Entenda: O dinheiro é uma métrica abstrata de quanto valor é entregue pelo serviço e/ou produto que beneficiará a outra pessoa.
Nós não deveríamos trabalhar a partir de uma motivação egoísta, ou fraudulenta, mas sim trabalhar para servir e beneficiar outros seres humanos.

Para podermos alinhar nosso pensamento hoje, faça esta pergunta para você mesmo:

Como, ou com o que, eu estou servindo a humanidade?

Entenda que nós precisamos nos esforçar para transformar nossa abordagem mental quanto às riquezas, negócios e dinheiro. Precisamos descobrir a atitude original da riqueza. Por exemplo: Qual é o oposto da palavra hebraica para riqueza? Se você ler a palavra hebraica para riqueza de trás para frente, aparecerá a palavra “ímpio”. A palavra ímpio, literalmente, significa:

1. ATEU, HEREGE, INCRÉDULO, IRRELIGIOSO ≠ CRENTE.
2. Que ou quem não respeita as práticas sagradas.
3. Desumano, cruel.
(“Ímpio”, Dicionário Priberam da Língua Portuguesa 2008-2013)

Originalmente, o contrário de riqueza é, literalmente, alguém que não pratica os princípios eternos dos negócios, ou seja, a pessoa e/ou o negócio se tornaram cruéis, desumanos, incrédulos, e que não respeitam as práticas sagradas.

Interessante, não? É muito importante entender que, para Deus (Aba) é importante aprendermos a ter um bom relacionamento com o mundo material. E por que devemos ter o sentimento correto com relação ao dinheiro? Porque o dinheiro tem um apelo emocional, e nossos sentimentos influenciam nossas ações mais do que as ideias.

Nossas emoções fazem parte da nossa alma (psique). Nossa alma, ou intelecto, e emoções, precisam ser renovadas através destes princípios imutáveis da Palavra de Deus, para que haja transformação real em nosso comportamento diante das situações da vida, e para que possamos, então, experimentar o resultado pré-determinado por Deus, que se manifestará na Sua vontade, que é boa, perfeita e agradável (Romanos 12:2). Por isso, a necessidade de semearmos sabedoria financeira do Reino em nossas emoções, para que isso se torne intuitivo.

Faço outra pergunta: Você consegue perceber hoje a diferença entre as palavras “ganhar” versus “fazer” dinheiro? Entenda que fazer e ganhar dinheiro são duas coisas diferentes.

- Ganhar é simplesmente ter uma boa sorte em uma negociação.

- Fazer é uma ação deliberada para ganhar dinheiro com o objetivo de servir aos outros.

Com essas dicas eternas de como abordar corretamente o mundo material, fica mais fácil ver como muitos ensinamentos atuais estão tão longe da realidade do Reino.

Por exemplo: O conselho mais comum que ouvimos hoje em dia é: “Encontre algo que você ama fazer para viver”. Ou: “Faça o que você ama”. Contudo, em vez disso, a mentalidade do Reino é: “Encontre algo para servir às outras pessoas e aprenda a amar isso”.

Espero que este artigo acrescente algumas ideias úteis para o seu negócio. E que sirva como um trampolim definitivo para o seu sucesso financeiro.

Visualizações: 119