O Ato Profético foi um nocaute no mundo espiritual das trevas. O teatro se reportou a revelação de Deus a Jeremias quando Babilônia subjugaria Israel, fazendo um paralelo com o Brasil. A equipe usou a realidade do profeta, com a realidade da igreja; a realidade de Israel com a realidade do Brasil.

O dia 18 de Abril de 2018 levantou “Jeremias” para se posicionar com a missão de purificar, limpar e libertar as geografias. Os Estados da nossa Federação voltarão sob uma unção de “Jeremias” para dar comando de libertação. O Brasil que outrora viveu subjugado, hoje vive sob um manto de libertação. O fogo do Espírito já tomou o Brasil, já adestrou o Brasil para viver com “...braço forte...”.

O Brasil não será mais o mesmo, a Igreja não será mais a mesma. O que a Igreja viu através da arte foi um nocaute, a Igreja nocauteou o inferno. O Novo Brasil, um Brasil novo sob o “fogo” do Espírito. As chamas do fogo do Espírito inundaram o Brasil. Não foi apenas um espetáculo foi uma batalha vencida, e um mergulho mais profundo e um voo mais alto.

Visualizações: 283