O Ministério Zoe assume o Altar com um momento de oração que alcança o Trono da Graça

Um tributo ao Autor da Vida foi o marco do momento de adoração. “Um fogo queima em mim...” foi mais uma das inúmeras declarações cantada pelos jovens, formando um lindo coral. Ouvir a voz de cada jovem, era ouvir as batidas do seu coração inflamado pelo intenso fogo consumindo seu interior. Para os jovens, o compromisso com o fogo Intenso é um estilo de vida, e não apenas um mover.

Conjugar os verbos querer e desejar, na primeira pessoa, foi o clamor da nave do auditório. Mais que um ajuntamento de jovens, o momento de adoração promoveu um Pentecoste, o fogo desceu e tomou, incendiou, enquanto isso a Igreja que Multiplica Poder clamava: “...eu só quero você...quando o mover passar...eu só quero você...”.

Visualizações: 116