“Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês.” (I Pedro 5:7)

A Palavra de Deus nos orienta sobre o cuidado que devemos ter com as nossas emoções. Também nos ensina a proteger nossas emoções através de muitos versículos e de personagens que a enfrentaram e venceram. No estudo anterior, aprendemos sobre o MEDO que aflige as emoções de grande parte da sociedade. E o medo anda de mãos dadas com a ansiedade, na maioria das vezes. Eles parecem irmãos. Normalmente, o medo começa com a ansiedade, com o receio antecipado por algo que, quase sempre, não vai acontecer, porque é fruto da imaginação.

A ansiedade é considerada, até certo ponto, uma reação natural do ser humano, sendo até mesmo importante para criar adaptação e reação diante de situações em que a pessoa cria expectativa ou medo. Contudo, deve ser observado qual o nível dessa ansiedade, para que não se torne um mal.

A Bíblia, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, fala sobre a ansiedade. Vejamos o que nos diz e como devemos proceder diante deste mal que assola a humanidade, especificamente nesta geração em que vivemos. Será possível vencer a ansiedade? Se for, como vencer?

1. ORAR
“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.” (Filipenses 4:6,7)

A oração é uma das formas de vencermos a ansiedade. Porque não oramos, sofremos e andamos ansiosos por coisas que não deveriam nos preocupar.

Filipenses diz que não devemos andar ansiosos, mas que, no lugar da ansiedade, devemos apresentar a Deus tudo o que estamos sentindo através da oração e, se for preciso, da súplica.

A súplica é um pedido de socorro. E que pai não atende a um pedido de socorro de um filho? Quando oramos a Deus, Ele, que conhece a ansiedade da nossa alma, olha para nós e estabelece paz, mas não é uma paz qualquer, é uma paz que vem de Deus, uma paz que excede todo o entendimento humano, uma paz que guarda o nosso coração, ou seja, guarda as nossas emoções, não nos permitindo adoecer. Afinal, como dizem as Escrituras: “O fim de todas as coisas está próximo. Portanto, sejam criteriosos e estejam alertas; dediquem-se à oração.” (I Pedro 4:7)

2. CONFIAR
“Portanto, não se preocupem, dizendo: Que vamos comer? Que vamos beber? Que vamos vestir? Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai Celestial sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês. Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal.” (Mateus 6:31-34)

A falta de confiança em Deus causa ansiedade. Se tiramos os nossos olhos dEle, colocamos nas situações, em nós mesmos. E nós não temos poder nenhum de resolver nada, se esse poder não nos for dado dos Céus, como diz Mateus 6:27. “Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?”

Deus sabe o que precisamos e se o que estamos pedindo realmente será importante obtermos. Não adianta ficarmos ansiosos à espera de algo que ainda não aconteceu. O melhor a fazer é sempre confiar. Por isso, a Bíblia diz: “Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas.” (Provérbios 3:5,6)

3. DESCANSAR
“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu darei descanso a vocês. Tomem sobre vós o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” (Mateus 11:28-30)

Só descansamos sobre algo que nos preocupa se oramos e confiamos em Deus. Nossa total dependência tem que ser dEle. Como disse Davi: “Levanto os meus olhos para os montes, de onde me vem o socorro. O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.” (Salmos 121:1,2)

Aprender a descansar em Deus remove a ansiedade, leva-nos a um nível de aprendizado no Senhor e também leva-nos a sermos mais mansos, como Ele é. Então, a promessa é de descanso para a nossa alma, uma alma livre de fardos e de jugos pesados.

Quando descansamos em Deus, sabemos que o que Ele prometeu, certamente se cumprirá, como está escrito: “Por isso não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; eu o segurarei com a minha mão direita vitoriosa.” (Isaías 41:10)

Orar, confiar e descansar em Deus são princípios fundamentais para não se deixar dominar pela ansiedade. Afinal, quando fomos criados por Deus, não fomos criados para ser dominados, mas para exercer domínio sobre a Terra.

Continua...

Visualizações: 1480

Plano de Leitura Bíblica

20 Nov
Neemias 8
Joel 3
2 Ts. 3
21 Nov
Neemias 9
Amós 1
1 Timóteo 1, 2 e 3
22 Nov
Neemias 10
Amós 2
1 Timóteo 4 e 5
23 Nov
Neemias 11
Amós 3
1 Timóteo 6
24 Nov
Neemias 12
Amós 4
2 Timóteo 1
25 Nov
Neemias 13
Amós 5
2 Timóteo 2
26 Nov
Ester 1
Amós 6
2 Timóteo 3 e 4