“O perverso não tem caráter. Anda de um lado para o outro dizendo coisas maldosas; pisca o olho, arrasta os pés e faz sinais com os dedos; tem no coração o propósito de enganar; planeja sempre o mal e semeia discórdia. Por isso a desgraça se abaterá repentinamente sobre ele; de um golpe será destruído, irremediavelmente.” (Provérbios 6:12-15)

No estudo da semana passada aprendemos sobre a importância de termos o caráter de Cristo, porque o caráter além de ser a soma de todas as influências positivas e negativas aprendidas na vida de uma pessoa, manifesta-se através de valores, motivações, atitudes, sentimentos e ações. O caráter é o mesmo que marca; uma marca impressa em nós.

Existem muitas formas de expressar o caráter. Vejamos três delas:

1. O pensamento

“Quanto ao mais irmãos, tudo que é verdadeiro, tudo que é honesto, tudo que justo, tudo que é puro, tudo que é amável, tudo que é de boa fama, se há virtude e se há algum louvor, nisso pensai.” (Filipenses 4:8)

No que você tem pensado? Os pensamentos determinam nossas atitudes, pois a Bíblia nos instrui a pensar no que é verdadeiro, honesto, justo, puro, amável... Não podemos ter pensamentos contrários à Palavra e que nos desestruturem. 

De acordo com o pensamento hebraico, a mente é a sede do entendimento da sabedoria. Por isso, em Romanos 12:1,2, Paulo pede que renovemos a nossa mente na Palavra de Deus.

É muito importante que você reflita sobre sua escala de valores, por exemplo. Sobre o que tem sido prioridade na sua vida. A quê e a quem você tem dedicado seus primeiros pensamentos.

Você pode ter conceitos formados dentro de você que não são corretos de acordo com as doutrinas bíblicas e isso pode atrapalhar seu processo de crescimento, levando-o a pensar o que não agrada a Deus nem a você mesmo.

Não construa suas bases em hábitos errados, costumes velhos, fábulas. O que você aprende hoje será o que você ensinará a outros amanhã. E Deus não o escolheu para ensinar de qualquer jeito. A Bíblia diz que aquele que ensina deve esmerar-se em fazê-lo (Romanos 12:7).

Seus pensamentos também refletirão seriamente na sua linguagem. Tito 2 nos alerta que a linguagem do verdadeiro cristão deve ser irrepreensível. Por isso, é tão importante gestar pensamentos sempre em linha com a Palavra de Deus.

2. Estilo de vida

“Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar e que maneja corretamente a palavra da verdade.” (II Timóteo 2:15)

Você sabe qual é o seu estilo de vida. Se você é um homem e uma mulher de Deus, seu estilo de vida deve refletir que você nasceu de novo. Logo, você precisa ser aprovado como servo de Deus que não envergonha o Evangelho, mas que vive um estilo de vida segundo o que a Palavra declara.

O desenvolvimento do seu caráter deve estar pautado por disciplinas saudáveis. Existem filhos de Deus que têm um estilo de vida muito desregrado. Não se cuidam, vivem avexados, em tudo que fazem são espalhafatosos, barulhentos, briguentos e indisciplinados nos seus afazeres e compromissos. 

Você já parou para pensar em como as pessoas o conhecem? Será que é por um estilo de vida desejável? Ou será que quando as pessoas pensam em você, desejam não ser, nem de longe, parecidas com seu estilo de vida? É bom você refletir. Porque não vamos agradar a todos, mas não agradar a ninguém também já é demais.

Você pode mudar seu estilo de vida através de um caráter transformado, que remove hábitos velhos para dar lugar a hábitos novos como aprender a ser pontual, a não falar mal dos irmãos, a não ser tão desorganizado, etc. 

Aprenda que o seu estilo de vida pode transformar uma geração. Um caráter segundo a natureza de Deus é tão importante, porque a maioria das pessoas têm muitas atitudes erradas que as levam a ter um estilo de vida totalmente desregrado.

3. Conduta

“Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor.” (Efésios 4:1,2)

Nossa conduta envolve tudo o que fazemos, falamos, sentimos, esperamos e imaginamos. Manifestamos nossa conduta, nosso comportamento quando nos relacionamos com outras pessoas e pela forma que procedemos no Reino de Deus. Por isso, é muito importante você ler e meditar também em Efésios 4:14-32 e Efésios 5.

Tiago nos adverte que devemos ser tardios para nos irar e para falar, mas devemos estar sempre prontos a ouvir (Tiago 1:19), o que significa que nossa conduta deve ser moderada, com disposição para não ser dada à ira e a falatórios vãos que não edificam.

Como homens e mulheres de Deus, devemos ter um caráter irrepreensível e, para isso, precisamos buscar ser transformados pelo Senhor na nossa forma de pensar, em nosso estilo de vida e na nossa conduta. Não podemos andar de qualquer forma.

Necessitamos ter um caráter aprovado, tratável, aberto ao ensinamento, ao aprendizado. Porque o caráter do Reino deve ser o caráter da Igreja e nós somos a Igreja de Cristo, que Ele virá buscar, a Noiva sem mácula.

Ter o caráter do Reino é a única forma de ser cidadão do Reino. E esse caráter é alcançado através de uma vida de santidade. A santidade descreve o caráter de Deus e o código da conduta de Cristo.

Visualizações: 2080

Plano de Leitura Bíblica

17 Jul
2 Samuel 1
Jeremias 7
Mateus 18
18 Jul
2 Samuel 2
Jeremias 8
Mateus 19
19 Jul
2 Samuel 3
Jeremias 9
Mateus 20
20 Jul
2 Samuel 4 e 5
Jeremias 10
Mateus 21
21 Jul
2 Samuel 6
Jeremias 11
Mateus 22
22 Jul
2 Samuel 7
Jeremias 12
Mateus 23
23 Jul
2 Samuel 8 e 9
Jeremias 13
Mateus 24