“Bem-aventurados os humildes de espírito porque deles é o reino dos céus.” (Mateus 5:3).

Na primeira parte deste estudo, aprendemos que Jesus é nosso Exemplo maior de humildade. Ele nos ensinou o caminho da humildade para que nós, como filhos de Deus, possamos andar em humildade. Este foi também o pedido do Apóstolo Paulo aos cristãos. “Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor.” (Efésios 4:1,2)

Jesus, a Humildade na Terra

Jesus nos ensinou o maior ato de humildade quando lavou os pés dos discípulos. Naquele ato, ensinou sobre como nossa liderança deve ser pautada no serviço e na humildade. “Levantou-se da ceia, tirou as vestes, e, tomando uma toalha, cingiu-se. Depois deitou água numa bacia, e começou a lavar os pés aos discípulos, e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido... Depois que lhes lavou os pés, e tomou as suas vestes, e se assentou outra vez à mesa, disse-lhes: Entendeis o que vos tenho feito? Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou. Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros. Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também. Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou. Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.” (João 13:4,5,12-17)

O ato de Jesus e as Suas palavras foram claros quanto à humildade, porque a humildade é preciosa aos olhos de Deus, como relata I Pedro 3:4, que diz: “Mas o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um espírito humilde e tranquilo, que é precioso diante de Deus.” A graça de Deus nos faz dignos e valiosos por aquilo que somos e não por aquilo que realizamos em sucesso. Não devemos querer plantar o nosso reino, mas entrar no Reino de Deus e cumprir os princípios de humildade, parecendo-nos com Jesus.

Humildade, obedecer em santidade

Só existe um caminho que nos leva à humildade: a obediência santa. A humildade é um princípio espiritual, é a introdução de um ministério de sucesso, de êxito. “Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus.” (Mateus 5:3)

Ser humilde de espírito não representa anular sua personalidade, seu temperamento; não é autonegação, fazer voto de pobreza, viver enclausurado, sendo miserável. Também não quer dizer impressionar os outros com uma falsa humildade, querendo mostrar que é o que não é.

Deus, em toda a Palavra, nunca associou humildade com pobreza, no que se refere à miséria. Há pessoas que associam humildade à pobreza ou às pessoas que passam por necessidades. Mas não encontramos nenhum registro bíblico que diga que devemos ser pobres ou passar necessidades para sermos humildes. O que ocorre é que nossos conceitos são errados.

Miséria tem a ver com o diabo e não com o nosso Deus. Quando nossa visão é plena da santidade de Deus, tudo o que é mesquinho, egoísta, obra da carne, sai da nossa vida para dar lugar às características do Reino.

A humildade é uma chamada para todo cristão. Precisamos ter um coração humilde, contrito na presença do Senhor, para agradá-lO. Isso não significa que, dentro da Igreja, faremos parte de uma classe específica para os humildes, porque ela não existe.

Humildade, um exercício diário

O exercício da humildade é um exercício que precisa ser diário na nossa vida. A humildade nos leva à cura dos sentimentos, à cura dos pensamentos, a ter um estilo de vida melhor, apropriado ao que a Palavra diz que tem que ser.

Nos ensinamentos de Jesus, para o homem ter sucesso em sua trajetória de vida, precisa conhecer o ministério da humildade. Foi o que o Mestre ensinou aos discípulos enquanto esteve com eles.

Os discípulos deram muito trabalho a Jesus, porque eram rudes, grossos, duros de coração, orgulhosos, invejosos, presunçosos, mas Jesus forjou o caráter de cada um, antes de enviá-los às nações. Podemos lembrar-nos de muitas ocasiões em que os discípulos tomaram uma postura contrária a que o Senhor lhes ensinava. Mas Jesus foi tratando com cada um, com cada situação e os fez conquistar as nações. Porque o homem humilde conquista os céus e a terra. Aleluia!

Os humildes conquistam o reino dos céus e os mansos conquistam a terra, é o que está escrito em Mateus 5:3-5. A humildade e a simplicidade são as metas para que a cura do céu se estabeleça na terra.
Para ter humildade, é preciso abrir mão da autossuficiência. Isso é um exercício diário, porque muitas vezes fomos ensinados, até pelos nossos pais, que podemos resolver tudo sozinhos, o que não é verdade. Ser autossuficiente só destrói a base e o valor principal que é a família. Observe que quando os pais não são bons acolhedores para os filhos, no futuro, são rejeitados por eles; é por isso que muitos têm terminado suas vidas nos asilos.

Jesus, ao formar Seus 12, começou pela humildade, porque Ele é a encarnação da humildade. Deus não exalta a pobreza, mas estimula a humildade. Aprendemos que o discípulo deve ser igual ao Mestre. O Mestre foi humilde. “O discípulo não é superior a seu mestre, mas todo o que for perfeito será como o seu mestre.” (Lucas 6:40)

Para entrar no caminho do Senhor, é necessário rasgar as vestes do orgulho, da soberba, da arrogância, da altivez... É renunciar o EU, é nos humilharmos, é aprendermos a ser humildes como o Senhor foi e como Ele quer que sejamos.

Se você deseja ser líder, na Igreja ou no secular, deve exercer liderança com humildade, pois o líder precisa ser humilde e ensinar a humildade para outros. O líder humilde está sempre comprometido com a verdade.

Seja humilde! O humilde é consumido pela glória de Deus. A glória de Deus é o ápice da humildade. Jesus ministrava humildade em todo o lugar. A humildade estava materializada em Jesus em todas as Suas conquistas.

Há falta de referencial de humildade na Terra, mas nós podemos e faremos a diferença. Precisamos ser referencial de humildade, matar o nosso ego a cada momento.

A rota da excelência é a humildade. Muitos ministérios já caíram por causa do orgulho, pela falta de humildade. Mas nós fazemos parte da geração que trilha o caminho da humildade e alcança a cura.

Visualizações: 1940

Plano de Leitura Bíblica

17 Jul
2 Samuel 1
Jeremias 7
Mateus 18
18 Jul
2 Samuel 2
Jeremias 8
Mateus 19
19 Jul
2 Samuel 3
Jeremias 9
Mateus 20
20 Jul
2 Samuel 4 e 5
Jeremias 10
Mateus 21
21 Jul
2 Samuel 6
Jeremias 11
Mateus 22
22 Jul
2 Samuel 7
Jeremias 12
Mateus 23
23 Jul
2 Samuel 8 e 9
Jeremias 13
Mateus 24