O poder de liderança de uma mulher

04 Junho 2012 Escrito por Apa. Cláudia Ayub
Imprimir

“Mulher virtuosa, quem a pode achar? O seu valor muito excede ao de jóias preciosas.” (Provérbios 31:10)

Este é o tempo que Deus está levantando um exército poderoso de mulheres ungidas para fazer diferença nesta geração. Através da Visão Celular no Modelo dos 12, temos sido desatadas em uma unção específica, é o que temos observado sobre a vida de cada mulher. Fomos tiradas da sombra, da escuridão, e nos levantamos como mulheres de honra.

Deus tem nos levantado em uma ousadia e autoridade que muitos se surpreendem e outros tantos ainda se surpreenderão. Chegou o meu tempo, chegou o seu tempo, mulher!

Por muito tempo, o diabo tentou prender a alma da mulher com feridas, atingindo-a através de palavras e atitudes. Mas como Deus tem um grande propósito na concepção de nossa existência, Ele mesmo tem nos libertado e curado. Há um lugar especial para nós. O Senhor nos usará e seremos canal de unção em Suas mãos.

A ideia e o conceito de Deus para cada uma de nós é de nobreza, de excelência.

Todo ministério e vida de Jesus é marcado por mulheres que decidiram escrever uma história com o Mestre. Isso nos assegura que há um lugar especial para cada uma de nós, mulheres, no Seu Reino; um lugar de honra, para estabelecer um ministério de êxito. Somos escolha dEle para ser coroa da Criação. Independente de quem somos, Ele vai nos usar. Ele pega as coisas simples para confundir os sábios. O nosso alvo deve ser estar no centro da Sua vontade, que é boa, perfeita e agradável. Então, Deus nos dará habilidades para honrar o Reino através de nossas vidas.

A Bíblia mostra muitas mulheres que foram honradas por Deus. Em Juízes 4, vemos Débora, uma mulher que foi escolhida por Deus. Seu nome foi escrito na Bíblia por causa de sua atitude de honra. Assim como Débora, fomos escolhidas para exercer uma liderança. O Deus que nos chamou nos coloca em posições de liderança.

Débora significa abelha. Ela foi profetisa, mulher de Lapidote, e julgava a Israel naquele tempo.

Temos que construir nossa chamada de conquista no ministério. Não basta sermos esposas de um líder, Pastor ou Apóstolo, mas sermos filhas do Rei, vivermos para Ele e conquistarmos o nosso lugar no Reino, porque Deus tem um lugar de liderança para nós, e Ele mesmo nos dará habilidades para liderar.

Débora não atuava apenas no ofício de Juíza, mas como Profetisa tomava decisões nas questões do povo, como conselheira militar, discernimento de batalhas. “Respondeu ela: Certamente irei contigo, porém não será tua a honra desta expedição, pois a mão de uma mulher o Senhor venderá a Sísera. Levantou-se, pois Débora e foi com Baraque e Quedes.” (Juízes 4:9). Débora foi modelo de uma mulher moldada pelo Espírito Santo, uma mulher de expressão, com uma liderança forte.

Deus criou cada mulher com propósito, destino, assim como foi com Débora. A escolha de seguir e servir a Deus é nossa, é algo pessoal e individual. Temos dons e qualidades que serão usados por Deus. Vemos isso claramente na postura de Débora.

1. Sabia julgar causas com sabedoria
“Ora,Débora profetisa,mulher de Lapidote, julgava a Israel naquele tempo.” (Juízes 4:4)

Sabedoria significa talento, inteligência, habilidade. Sabedoria não é acúmulo de conhecimentos. Sabedoria vem de Deus e a todos Ele dá sem medida na área que precisamos. Portanto, nós, mulheres, temos sobre nós o legado da sabedoria que são as habilidades para administrarmos causas difíceis. Use da sua influência em Deus e transforme não só a sua vida, mas a vida das pessoas, o impossível é possível.

2. Possuía uma Palavra de Deus na sua boca
“Mandou ela chamar a Baraque, filho de Abimoão, de Quedes-Naftali, e disse-lhes: Porventura o Senhor Deus de Israel nao te ordena,dizendo: Vai,e atrai gente ao monte Tabor, e toma contigo dez mil homens dos filhis de Naftali e dos filhos de Zebulom; e atrairei a ti,para o fibeiro de Quisom, Sísera, chefe do exército de Jabim; juntamente com os seus carros e com as suas tropas,e to entregarei na mão?” (Juízes 4:6,7)

Na boca de Débora, estava a palavra de poder e verdade. A Palavra de Deus na nossa boca é vida e poder. Há poder em nossas palavras! Precisamos ter cuidado com as palavras que saem da nossa boca sejam em direção à nossa vida pessoal, nossa família ou nosso ministério. Somos exatamente aquilo que falamos! Permita que a brasa viva do Trono que tocou os lábios do profeta Isaías possa tocar você, e que só saiam dos seus lábios palavras que edificam e glorificam o Trono de Deus.

3. Corajosa
“Disse-lhe Baraque: Se fores comigo, irei; porém se não fores, não irei. Respondeu ela: Certamente irei contigo; porém não será tua a honra desta expedição, pois à mão de uma mulher o Senhor venderá a Sísera. Levantou-se, pois, Débora e foi com Baraque e Quedes.” (Juízes 4:8,9)

Débora era uma mulher de coragem, pois sabia que Deus iria adiante e daria a vitória. O Senhor nos tem dado espírito de coragem, de poder. Não podemos nos acovardar ou retroceder diante das mentiras do diabo. Uma mulher ungida por Deus, que determina a sua vitória, vai até o fim.

4. É honrada e sabe reconhecer que Deus entrega honra a outra mulher
“Então Jael, mulher de Heber, tomou uma estaca da tenda e levando um martelo, chegou-se de mansinho a ele e lhe cravou a estaca na fonte, de sorte que penetrou na terra; pois ele estava num profundo sono e mui cansado. E assim morreu.” (Juízes 4:21)

Débora sabia que a vitória não seria através da sua vida. Na maioria das vezes, queremos colher o que não plantamos. Decida ser uma semeadora de atitudes corretas. Deus é o único que vê todas as coisas. A mulher de honra não espera reconhecimento humano, mas sabe que Deus nunca esquece e que nada passa despercebido da presença dEle.

Que nestes dias Deus possa inaugurar um novo tempo sobre sua vida. Ele nos escolheu em meio a muitas para fazer a diferença. Vamos decidir caminhar sendo diferentes em nossas atitudes. Nós temos um alvo: Estabelecer o Reino em nossa vida pessoal, em nossa família e em nosso ministério. E, para isso, a nossa maneira de viver sendo a essência dEle, é o que fará toda a diferença. Ele é Santo e nos chamou à santidade.

Não podemos abrir mão da liderança que Deus confiou a nós, principalmente em nossa célula principal, FAMÍLIA. Família é a base da honra de Deus, por isso vamos investir, cuidar. Olhe para a família como o alvo principal do seu investimento. Agindo assim, eu creio que marcaremos a vida das pessoas com o Evangelho de poder. Eu profetizo: “Você é uma das mulheres mais felizes de toda a Terra”.

 

Apóstola Cláudia Ayub