O Tabernáculo de Davi – Parte I

27 Setembro 2009
Imprimir

“Disse mais Samuel a Jessé: Acabaram-se os moços? E disse: Ainda falta o menor, que está apascentando as ovelhas. Disse, pois, Samuel a Jessé: Manda chamá-lo, porquanto não nos assentaremos até que ele venha aqui. Então mandou chamá-lo e fê-lo entrar (e era ruivo e formoso de semblante e de boa presença); e disse o SENHOR: Levanta-te, e unge-o, porque é este mesmo. Então Samuel tomou o chifre do azeite, e ungiu-o no meio de seus irmãos; e desde aquele dia em diante o Espírito do SENHOR se apoderou de Davi;”(I Samuel 16:11 a 13).

Estamos, novamente, preparando-nos para celebrar a Festa dos Tabernáculos. E este ano temos um tema muito especial: O TABERNÁCULO DE DAVI.

A Festa dos Tabernáculos é a festa da colheita e, em Deuteronômio 16:13 a 15, está escrito que todos devem celebrar essa festa, toda a família, os servos e até mesmo os estrangeiros, em gratidão ao Senhor pois a semente plantada deu o seu fruto e a colheita já chegou, mas também lembrando-nos que o Senhor irá abençoar poderosamente a nossa próxima colheita.

Este ano, em Tabernáculo, vamos aprender com um homem fantástico que descobriu como tocar o coração de Deus, a ponto de ser chamado “HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS” . Você sabe quem é esse homem? Isso mesmo! É DAVI!

Vamos encontrar Davi, pela primeira vez, na Bíblia, em I Samuel 16:11 a 13, quando o sacerdote Samuel, em obediência ao Senhor, procura a casa de seu pai Jessé. Samuel foi mandado por Deus ali para ungir o próximo rei de Israel, pois Saul tinha desobedecido a Ele.

Davi era diferente de seus irmãos, e, enquanto todos eles passavam diante de Samuel, Davi estava trabalhando. Ele era pastor. Assim que o sacerdote o viu, o Senhor confirmou em seu coração que aquele jovem era o futuro rei de Israel. Então, o sacerdote Samuel o ungiu com óleo e o Espírito do Senhor tomou conta dele.

Davi, além de pastor, tinha um dom maravilhoso: tocar harpa. E, certo dia, o rei Saul, tomado por um espírito maligno e muito atormentado, ordenou que encontrassem alguém que tocasse algum instrumento, pois a música o acalmava. Levaram-lhe Davi e então.... Davi tomava a harpa, e a tocava com a sua mão; então Saul sentia alívio, e se achava melhor, e o espírito mau se retirava dele (v.23).

Muita coisa aconteceu antes de Davi se tornar realmente rei. Algumas delas nós conhecemos, como a batalha contra Golias, o gigante que afrontava diariamente o exército israelita; a grande amizade que o uniu a Jônatas, filho do rei Saul; depois foi perseguido pelo rei, que buscava matá-lo, pois sabia que ele tomaria o seu lugar no trono.

Após a morte de Saul, Davi finalmente se tornou rei, enfrentou muitas guerras, cometeu alguns erros, mas em II Samuel 5:10 está escrito: “E Davi ia, cada vez mais, aumentando e crescendo, porque o SENHOR Deus dos Exércitos era com ele”.

Qual era o seu segredo para tanta prosperidade, tantas vitórias? É simples. Lembra da última série de estudos que tivemos? Isso mesmo: Ouvindo a voz de Deus.Esse era o seu segredo: tudo o que ia fazer, primeiro ele consultava ao Senhor. Veja o que está escrito em II Samuel 5:19, 23, e no capítulo 7, versículo 28. Que honra para um homem, não é mesmo?

Mas, certa vez, Davi resolveu fazer uma coisa sem perguntar primeiro a Deus como deveria ser feito. Lembra da Arca da Aliança? Ela havia sido tomada do povo israelita e Davi resolveu trazê-la de volta. Mandou que preparassem um carro de boi, e ali colocaram a Arca, e dois homens guiavam o carro: Uzá e Aió. Davi vinha, junto com o povo, cantando e dançando alegremente. Mas, de repente, os bois tropeçaram e Uzá tentou proteger a Arca, para que não caísse.

Mas, ao estender a mão para tocar na Arca, o Senhor o matou. Davi entristeceu-se profundamente. Ele não entendeu por que o Senhor havia feito aquilo. Ele não conseguiu trazer a Arca para a cidade e a deixaram na casa de Obede-Edon, por três meses, até que Davi encontrasse uma forma de levá-la para casa.

Vamos aprender algumas coisas com Davi:

1.Quem nos escolhe é o Senhor. Davi estava trabalhando, mas, em seu trabalho tão simples como pastor, o Senhor o viu e conheceu o seu coração. Não precisamos viver querendo chamar a atenção dos outros, nem mesmo do papai ou da mamãe, dos professores, ou querendo ser melhor que todo mundo.

2.Precisamos aprender a esperar o tempo de Deus.Davi foi ungido como rei ainda muito jovem, mas precisou esperar muitos anos para se assentar no trono. Antes de ser rei, aprendeu a ser servo.

3. Todas as vezes que ele ouviu a voz de Deus foi bem-sucedido. Mas, quando não buscou ouvir a voz de Deus, sofreu grandes fracassos.

4. Davi tinha intimidade com Deus. O que é intimidade? É um relacionamento profundo, é estar muito perto de alguém. Por estar tão perto do Senhor, encontrou o caminho do Seu coração. Os Salmos que ele escreveu nos mostram esse carinho e esse amor tão profundo.

E a ARCA, o que aconteceu com ela? Vamos ver no próximo estudo, ok? Esperamos você!